Avançar para o conteúdo principal

O Benfica não merece isto.

 Peço desculpa pela extensão do comentário. 

 É muito doloroso ver o estado do nosso Clube em 2021, num tempo em que se devia estar a apostar na competições europeias actuais e futuras. 

O Benfica não merece isto. 

 É perceptível a crescente contestação a Luís Filipe Vieira e à sua Direcção. Crescente por via da crise desportiva mas não só. 

O problema para os Benfiquistas é se apercebem que essa crise desportiva é um reflexo de algo mais grave: uma crise institucional e de valores. 

O problema para a actual Direcção é que se apercebem que os Benfiquistas vão somando episódios e compreendendo melhor quais são os reais valores e motivações de quem dirige o Clube. 

 União ou desunião entre os Benfiquistas? 

 - À frente do nosso Clube está uma Direcção que cometeu o erro fatal de não ter tomado uma posição que obrigasse o presidente da Mesa da Assembleia-Geral a provar de forma transparente quem ganhou de facto as últimas eleições. 
A seriedade não se evoca, demonstra-se. A seriedade não é negociável, tem de ser absoluta. 
A recusa da contagem dos votos físicos impossibilitou o encerramento normal do processo eleitoral e com isso impossibilitou a união dos Benfiquistas em torno da nova Direcção, algo que acontecia no passado e que é fundamental para fortalecer o Clube. 
Todas as eleições têm de ser prestigiadas. Não há nenhumas "eleições quaisquer".

 Democracia interna? 

 - À frente do nosso Clube temos um presidente que cometeu o erro fatal de tentar agredir um sócio em plena Assembleia-Geral. 
Nunca se justificou. 
Foi no entanto apenas o pior episódio de alguém que liderou direcções que ao longos dos anos tem procurado blindar cada vez mais o acesso dos sócios aos cargos directivos do Clube. Actualmente é mais fácil concorrer à presidência da Republica Portuguesa do que concorrer à presidência do Sport Lisboa e Benfica. 
Cada vez mais os sócios e adeptos são encarados como clientes ou como inimigos, dependendo da sua postura. 

 Benfica para Benfiquistas? 

 - À frente do nosso Clube temos um presidente que parece preferir trabalhar com não-Benfiquistas. Será porque esses não levantam questões e muito menos objecções a decisões que não privilegiam os interesses desportivos do Clube? 
O Benfiquismo não pode ser construído por quem não ama o Clube, por quem só está interessado no salário. 

 Comunicação no Clube? 

 - À frente do nosso Clube temos um presidente que compactua e com isso na prática promove a mediocridade na televisão e na comunicação do Clube. O culto ao líder é uma vergonha e uma mancha inédita na História do Clube. 
Converter o "Todos por um" (Clube) no "Todos por um" (presidente)... Não, não e não! Uma televisão que comunica promovendo a falta de exigência e a desculpabilização da mediocridade desportiva é a negação do Benfiquismo e a plena afirmação do tachismo. 

 Benfica Europeu? 

 - À frente do nosso Clube temos dirigentes que se mostram impotentes ou indiferentes ao definhamento do Clube nas competições europeias. O foco parece estar em encaixar o prémio de participação. 
Nos últimos anos as equipas do Clube sofreram derrotas humilhantes e tiveram prestações desprestigiantes. 
Chegamos ao extremo de se encarar a Liga dos Campeões como uma montra para a promoção e venda de jogadores da formação. 
Com este passado recente cada vez mais se fragilizam as hipóteses do Benfica sobreviver como grande Clube na Europa.

 Negócio ou competição? 

 - À frente do nosso Clube temos uma estrutura autista, corroída por quase duas décadas de poder e pela voracidade do dinheiro. 
A visão empresarial de quem nos dirige está extremada e cada vez mais incompatível com os valores do Benfiquismo. 
Durante anos decisivos, o negócio sobrepôs-se à aposta na componente desportiva e agora o desequilíbrio é gritante e muito difícil de corrigir. Depois do tetra e dos desinvestimentos subsequentes, temos pago caro esse descontrolo e sabe Deus quantos mais anos vamos continuar a pagar. 
Quem nos dirigiu persistiu em não perceber que todo o negócio é vão, que todo o dinheiro é volátil e que só os títulos são perenes e dão prestígio. 
Se o Sport Lisboa e Benfica ainda é o maior Clube Português é porque antes de 2003 o Clube tinha essa posição destacada em número de sócios e simpatizantes, em prestígio nacional e internacional e em títulos nacionais. 
Desde 2003 essa posição destacada apenas tem encolhido. 
Mais grave ainda, em termos internacionais a situação actual passou a ser-nos desfavorável. É um facto e não uma opinião. 

 Defesa do Clube? 

 -À frente do nosso Clube temos um presidente e uma Direcção incapazes ou desinteressadas em defender o Clube dos ataques externos que nestes últimos anos tomaram proporções nunca antes vistas e com carácter criminal. 
Temos cada vez mais processos judiciais e cada vez mais dúvidas sobre actos de funcionários do Clube. 
Até hoje nada se provou e esperemos que assim continue.  

Competições nacionais limpas? 

 - À frente do nosso Clube temos um presidente e uma Direcção incapazes ou desinteressadas em defender o Clube da pouca-vergonha e do vale-tudo que regressou à principal competição nacional de futebol. 
Semana após semana as nossas equipas são lesadas e os nossos rivais rebocados para o topo da classificação. 
As fraquezas reveladas pelas nossas equipas não explicam totalmente a actual desvantagem de 15 pontos. 
Ao invés, o que se tem visto são ataques da comunicação do nosso Clube e até de funcionários do Clube, a alguns dos nossos mais notáveis antigos jogadores, os quais só nos podem dar lições de Benfiquismo e dedicação ao Clube. 
 Por tudo isto e ainda por mais que aqui não se diz, os Benfiquistas vivem horas negras. 
O Clube está doente. 
O Clube está a esvair-se. 
 Esta temporada está comprometida mas o mais grave é o estado actual do Clube. Por isso se é certo que só os jogadores poderão salvar alguma coisa da época mais certo ainda é que só os sócios e adeptos poderão salvar o Clube. 

 Viva, viva, o Sport Lisboa e Benfica!

Victor Carocha
(comentário escrito no EDDB)


Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

2 comentários

  1. Ainda se arrisca a ser corrido de sócio pelo Vieira.

    Viva o Benfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No que a mim diz respeito já entreguei o cartão de sócio nos primeiros dias de Janeiro.
      Não sou mais cliente do Vieira...e ainda lhe poupo um emblema de ouro!

      Eliminar

Enviar um comentário

Apoio de:


Aleatórios

Mensagens populares

As escutas do Apito Dourado foram totalmente legais

    Apito Dourado, a grande mentira das escutas   "Passaram esta quinta-feira 18 anos de um dos maiores escândalos da justiça e mais uns quantos da perpetuação de uma das maiores mentiras que alimenta o mundo do futebol."

A Máfia, a Maçonaria e o Apito Dourado

Costuma dizer-se que "a verdade é como o azeite, mais tarde ou mais cedo vem à superfície". Apareceu agora o testemunho do ex-juiz José Costa Pimenta, um antigo juiz reformado compulsivamente. A Maçonaria manda na justiça em Portugal. pulpuscorruptus.blogspot.com Mas a lei das escutas foi alterada, posteriormente em 2007 (governo Sócrates).

Carta à Cofina

Exmos. Senhores. Começo por vos dizer que sou um Benfiquista e sócio de 4 dígitos. A minha simpatia por tudo quanto é Cofina é nula...como nula é a vossa simpatia pelo meu Glorioso. Neste interim, estamos empatados. Quando estão disponíveis nos cafés, leio por alto as capas do CM, e no Record apenas aquelas duas páginas que dedicam ao Benfica. (normalmente são já notícias requentadas). O Record é mais pró-Sporting. Todos nós sabemos e isso até é o que menos me importa. Cada Jornal segue a linha que quiser. Só compra quem quer! Em casa, passo algumas vezes pela CMTV, mas como as notícias do "assassino" do "pedófilo" da "greve" do "homicida" dos "incêndios" etc etc.. se repetem, repetem, repetem até à exaustão, perco-lhes o interesse e mudo de canal. Mas é outro o assunto que me levou a escrever-vos. Os programas de desporto que vocês exibem todas as noites, onde a barulheira é tal que não se percebe nada do que dizem, a CMTV não