Avançar para o conteúdo principal

Estamos num tempo em que vale tudo.

Pois o problema de muitos benfiquistas e do próprio LFV foi de apontarem constantemente como o mau da fita Vale e Azevedo, esquecendo-se os lambe-botas do actual presidente e ele próprio, que é trinta vezes pior.

Comparar Vale e Azevedo com LFV é uma tremenda injustiça, pois não dá para comparar o que um e outro roubaram ao Benfica, e nesse aspecto o actual presidente ganha aos pontos.

Se Vale e Azevedo foi trafulha, então, meu Deus, este LFV, depois de tudo o que já aprontou ao Benfica e as despesas judiciais que o clube ainda tem de pagar e a respectivos advogados para o defenderem, não tem adjectivações, tais são os nomes que me apetecia chamar-lhe.

LFV é um tumor que está dentro do Benfica que, lamentavelmente, por cumplicidade de alguns sócios avençados que há no clube, nem por eleições vai ser removido, mas esta poderá ser a última oportunidade para o fazer, porque senão, o Benfica caminha vertiginosamente para o descalabro, com a agravante de a isto tudo, lhe juntarmos a vinda do chulo Jorge Jesus, para dar cabo das parcas finanças, que onze empréstimos obrigacionistas já não conseguem disfarçar.

Pensem pela vossa cabeça, não se deixem influenciar pelos jornalistas avençados e comentadores televisivos que são pagos para passarem a mensagem de LFV.

Bruno Lage, não era grande treinador, mas o que ele disse naquela conferência de imprensa, é a verdade, há uma campanha, e só não vê quem não quer, para colocar Jorge Jesus no Benfica, e há almoços e jantares pagos, não tenham dúvidas, até viagens, é só contabilizarem os jornalistas que se deslocaram ultimamente ao Brasil com o pretexto do Flamengo, não sejamos ingénuos.

Os jornais e as televisões, hoje em dia, e porque estão a passar por dificuldades, passam recados de presidentes de clubes e de políticos.

Estamos num tempo em que vale tudo.

Temos que ser suficientemente discernidos para separar o trigo do joio, o ar respirável da promiscuidade mal cheirosa.

Não queiramos ser parte de um pelotão de imbecis que obedece cegamente às ordens arbitrárias de mentecaptos.

Todos sabemos que existe hoje uma parafernália de plataformas influenciadoras das nossas opiniões, mas por amor da santa, não se deitem para um poço só porque há alguém que nos manda fazer isso, sejam diferentes, sejam exigentes, protestem, refilem, tenham valores éticos em que se revejam, não leiloam as consciências, nem verguem o carácter, assumam a vossa cidadania plena em nome da verdade, e já agora, na defesa do Benfica.

Scouting Zero
(NGB)
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

0 comentários

Apoio de:


Aleatórios

Mensagens populares

As escutas do Apito Dourado foram totalmente legais

    Apito Dourado, a grande mentira das escutas   "Passaram esta quinta-feira 18 anos de um dos maiores escândalos da justiça e mais uns quantos da perpetuação de uma das maiores mentiras que alimenta o mundo do futebol."

A Máfia, a Maçonaria e o Apito Dourado

Costuma dizer-se que "a verdade é como o azeite, mais tarde ou mais cedo vem à superfície". Apareceu agora o testemunho do ex-juiz José Costa Pimenta, um antigo juiz reformado compulsivamente. A Maçonaria manda na justiça em Portugal. pulpuscorruptus.blogspot.com Mas a lei das escutas foi alterada, posteriormente em 2007 (governo Sócrates).

Carta à Cofina

Exmos. Senhores. Começo por vos dizer que sou um Benfiquista e sócio de 4 dígitos. A minha simpatia por tudo quanto é Cofina é nula...como nula é a vossa simpatia pelo meu Glorioso. Neste interim, estamos empatados. Quando estão disponíveis nos cafés, leio por alto as capas do CM, e no Record apenas aquelas duas páginas que dedicam ao Benfica. (normalmente são já notícias requentadas). O Record é mais pró-Sporting. Todos nós sabemos e isso até é o que menos me importa. Cada Jornal segue a linha que quiser. Só compra quem quer! Em casa, passo algumas vezes pela CMTV, mas como as notícias do "assassino" do "pedófilo" da "greve" do "homicida" dos "incêndios" etc etc.. se repetem, repetem, repetem até à exaustão, perco-lhes o interesse e mudo de canal. Mas é outro o assunto que me levou a escrever-vos. Os programas de desporto que vocês exibem todas as noites, onde a barulheira é tal que não se percebe nada do que dizem, a CMTV não