Avançar para o conteúdo principal

Recado aos sportinguistas do sportém

 Há dias, quando o judoca Fonseca ganhou a muito aplaudida medalha de bronze, a lagartada feita sapoide veio em coro no facebokas festejar o feito, dizendo que "tinha de ser um atleta do sporting".

Os das outras cores caíram-lhes em cima porque o que estava em causa seriam as cores nacionais e nada de clubites. No entanto os sapoides insistiam no seu sportinguismo...

Depois veio a medalha do Pimenta e não vi nenhum Benfiquista a festejar o bronze na qualidade de Benfiquista, mas sim de Português.

Quando veio a vitória da Mamona, festejei como é evidente, ouvi as palavras delas à chegada ao aeroporto, deu para perceber que além duma cara bonita e corpo de ninfa, a moçoila sabe falar.  No entanto, mantive-me longe do facebokas, não fossem os sapoides palermoides acionar o efeito "sportém".

O problema foi quando o Nelson Évora (37 anos) se lesionou  e lançou "umas bocas" ao Pichardo, no que é recorrente desde que o "cubano" chegou a Portugal, se naturalizou Português e escolheu o Benfica.

O Évora que nasceu na Costa do Marfim, nunca viu com bons olhos o Pichardo vindo de Cuba. Queria ser ele, e apenas ele, o "menino bonito" do triplo salto cá no burgo.

E o facto é que o Pichardo acaba esta madrugada de obter a Medalha de Ouro nos Jogos Olímpicos, saltando a "bagatela" de 17,98.   Depois do Nélson dizer que "O Pedro ainda vai aprender com os erros", não há duvida que o moçoilo aprendeu rápido!!!

Kompensan é bom para a azia, não só para o Nelson como para todos os sapoides e, segundo consta, está a venda em todas farmácias.

                                                   (Foto; Ojogo)

----------

ADENDA, apenas para os sapos do sportém. 

 - Sportém;  1 medalha de prata e 1 medalha de bronze

 - Benfica; 1 medalha de Ouro e 1 medalha de bronze

Outra adenda, esta para a RTP paga por todos nós.

Interessante como para a RTP o Pichardo nasceu em Cuba e nunca dizem que o Nelson Évora nasceu na Costa do Marfim!!!

Quando é que fecham aquela espelunca ?

Última adenda; quanto ao Pichardo não saber falar Português, convinha ouvi-lo...

Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

0 comentários



Mensagens populares

Este é o Benfica atual

O mal do Benfica é geral, é uma doença que atravessa todo o clube.  Reparemos: apesar de um orçamento global muito avultado para o país que somos, temos a seguinte situação:  - futebol masculino: perdemos vergonhosamente o campeonato e a Taça de 2020; estamos em terceiro lugar, a 4 pontos do primeiro, com duas derrotas vergonhosas nos dois últimos jogos; da Europa, nem vale falar; 

Exmo. Sr. Luís Filipe Vieira

Seguindo-lhe os passos vou enviar-lhe esta carta, não para me queixar de arbitragens, de falta de penaltis, de escassez de golos, de Covid, de escorregões e de outras desculpas esfarrapadas e escarrapachadas  ao estilo rasca de uma qualquer banda desenhada de vão de escada, num dos valores que em tempos a sua leitura elevava o Benfica e orgulhava os benfiquistas – o jornal “O Benfica”.  

Saia mais uma dose de batatas para o Celestino Mouco...

Esta prosa é apenas para um ex-amigo que tive a desdita de conhecer na minha terra natal, ( há horas do diabo...)  fanático do Vieira e do oxigenado que normalmente anda sempre a cheirar-me o rabo.  A cada traque mal cheiroso que dou, toma-o como se Chanel nr. 5 se tratasse.  Caro Celestino Mouco; há dias entraste no meu quintal e zurravas para que eu falasse das 3 batatas que o clube do jorge jesus deu ao Belenenses mas, esta noite, o teu vieira enfardou mais um saco de batatas  em Alvalixo.  O que te  valeu dares 3 batatas ao Belenenses? Bastava 1 batata e guardava 2 batatas para esta noite!  Estamos agora a 9 sacos de batatas atrás do Sportém.  É muita batata, mas espera que por este andar, o batatal do teu vieira vai bater este ano o record da safra de batatas!!! Também estamos a 5 sacos de batatas de distância do Porto, quer dizer que o batatal do teu ídolo está batatando!!! Para chegar ao TITALO, é necessário recuperar 14 toneladas de batatas!  É muita batata para a pequena camio

Síndrome de Estocolmo

Os sócios do Benfica sofrem do Síndrome de Estocolmo, por isso lfv pode fazer ao Benfica o que fez ao Alverca ( Acabou com o clube) que a maioria Benfiquista continuaria apoiar e a defender vieira com toda a garra.  Brevemente seremos um Salgueiros, um Estrela da Amadora, um Alverca.

Cliente do Vieira? Não! Obrigado.

Porque recebi uma "intimação" para pagar as cotas, (apesar de já lhes ter devolvido o cartão) enviei à "empresa" do Vieira o seguinte email; Exmos Senhores,  Creio que já receberam no mês passado a devolução do meu cartão de sócio. A razão é esta; O Benfica tal como está, não passa de um clube do Vieira.. Portanto, não pretendo continuar nesse clube que conheci GLORIOSO outrora. 

Vieira saiu mas está vivo dentro do SLB. Só mudou o nome de Vieira para Rui Costa

Só um anjinho manipulado e bem embalado pela propaganda estipulada por Carlos Janela e colocada em prática por Pedro Guerras , Marinhos etc etc acreditava que Rui Costa ia terminar com a ditadura mascarada de democracia implementada por Vieira, Rui Costa e restantes membros da direção. 

Tirá-lo de lá é essencial, metam lá um qualquer que seja BENFIQUISTA

Um presidente corrupto, que não tem liderança, nem tal é possível, sabendo publicamente da sua incapacidade para gestão do seu património pessoal que neste momento se resume a um palheiro, única garantia para dívidas pessoais de milhões, a única garantia que tem é se manter no GLORIOSO,

NÃO HÁ FÓRMULAS DE ACABAR COM ISTO?

Existem duas “fórmulas químicas” que atormentam de momento o futuro imediato de Rui Costa: LFV e PSV. Até que ponto se demarcará de uma e lograr ultrapassar a outra, é a chave e o segredo para a descoberta da “combinação química perfeita” para o sucesso. 

AS 45 RAZÕES DE UMA LASCÍVIA IRRACIONALIDADE!

O jornal “O Benfica”, transformado hoje como o órgão oficial do regime vieirista, agora com mais tempo disponível para se dedicar a escrever lérias da treta e minudências disparatadas, possivelmente para compensar a escassez de vitórias e o jejum de títulos e troféus, que vão sendo cada vez mais raros de acontecer e de se darem à estampa como notícia principal, quer no futebol bem como nas