Avançar para o conteúdo principal

DUPLAS QUE NÃO FUNCIONAM !

Qualquer equipa de futebol vive em função das duplas criadas e daquilo que elas possam ou não fazer em termos de dinâmicas e entendimentos em prol do grupo e, como é óbvio, a equipa do Benfica não pode fugir a esta regra elementar e fundamental nos processos de acção e desempenho do jogo que preenchem hoje as premissas e os automatismos do futebol moderno. 

E como sabemos que Jorge Jesus é pródigo a inventar, mais uma vez não fugiu à tentação de complicar o que parecia simples, ao colocar uma dupla atacante em Salónica, que claramente não funcionou e com os resultados e consequências que todos lamentamos, sobretudo para os cofres do clube, que ficaram a ver voar muitos milhões de euros, por este afastamento precoce da liga dos campeões. 

Ao colocar Pizzi no apoio a Seferovic não lembraria mesmo ao diabo e foi como se o Benfica tivesse jogado sem avançados, tal foi a ineficácia dos dois. 

O corredor direito, preenchido por André Almeida e Pedrinho, foi ineficaz a atacar e a defender, o mesmo se pode dizer do corredor esquerdo, onde mais uma vez sobressaiu a dificuldade de Grimaldo lá atrás quando apanhado no um contra um. 

A dupla do meio campo vai ser sempre o calcanhar de Aquiles de Jorge Jesus. 

Weigl é um seis demasiado oito e Taarabt é um oito demasiado seis. 

Os dois nem são uma coisa nem outra. 

É necessário arranjar alternativas e soluções. E sabendo que errou no onze titular apresentado em Salónica, Jorge Jesus teve que proceder a alterações no jogo em Famalicão. 

E não foram assim tão poucas quanto isso, o que mostra bem os equívocos que cometeu no jogo da Grécia. Weigl cedeu o lugar a Gabriel, Pedrinho foi rendido por Rafa, Pizzi encostou para entrar Waldschmidt (e em boa hora o fez como o provam a excelente exibição e os 2 golos), e Seferovic foi preterido por Darwin Nuñez (também ele a justificar mais o lugar com duas oportunas assistências para golo e movimentações interessantes, apesar de não ter facturado. 

Resumindo e concluindo: o Benfica, apesar de já ter esbanjado para cima de 80 milhões de euros em contratações, ainda tem lacunas e carências profundas no plantel por preencher. Desde logo o lado esquerdo da defesa. 

Grimaldo defende mal e é sempre o alvo preferido das equipas adversárias quando atacam. 

Ou Nuno Tavares rapidamente ganha o lugar ou então é urgente e necessário um defesa esquerdo. 

É preciso um terceiro defesa central de valor e não um remediado. Deixem estar o Rúben Semedo lá na Grécia… Não temos um 6 nem um 8 de qualidade. 

Weigl demora a impor-se e Taarabt, apesar de todo o esforço e generosidade com que se entrega, é muito curto para as necessidades da equipa. 

O treinador tem que ensinar ao marroquino que as bolas não se dominam com a sola das botas levantadas. Isto não é futsal… 

E se o Benfica precisa de um 6 e de um avançado, então seria bom que Jorge Jesus olhasse com olhos de ver para o que Ronaldo Camará e Gonçalo Ramos fazem e jogam. 

E a propósito de duplas que não funcionam e que até foram dispensadas, como é o caso de António Costa/Fernando Medina, outras existem que deviam levar igual caminho: Paulo Gonçalves/Jorge Mendes, Pedro Guerra/Carlos Janela, Pedro Mil-Homens/Luís Bernardo e, já agora, LFV/DSO. 

O que está a fazer um mental coach no Benfica? Ensinar os jogadores a coachar (coaxar) como os sapos e as rãs? 

Tenham juízo e poupem dinheiro! 

Amo-te, Benfica! 
 José Reis
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

0 comentários

Apoio de:


Aleatórios

Mensagens populares

As escutas do Apito Dourado foram totalmente legais

    Apito Dourado, a grande mentira das escutas   "Passaram esta quinta-feira 18 anos de um dos maiores escândalos da justiça e mais uns quantos da perpetuação de uma das maiores mentiras que alimenta o mundo do futebol."

A Máfia, a Maçonaria e o Apito Dourado

Costuma dizer-se que "a verdade é como o azeite, mais tarde ou mais cedo vem à superfície". Apareceu agora o testemunho do ex-juiz José Costa Pimenta, um antigo juiz reformado compulsivamente. A Maçonaria manda na justiça em Portugal. pulpuscorruptus.blogspot.com Mas a lei das escutas foi alterada, posteriormente em 2007 (governo Sócrates).

Carta à Cofina

Exmos. Senhores. Começo por vos dizer que sou um Benfiquista e sócio de 4 dígitos. A minha simpatia por tudo quanto é Cofina é nula...como nula é a vossa simpatia pelo meu Glorioso. Neste interim, estamos empatados. Quando estão disponíveis nos cafés, leio por alto as capas do CM, e no Record apenas aquelas duas páginas que dedicam ao Benfica. (normalmente são já notícias requentadas). O Record é mais pró-Sporting. Todos nós sabemos e isso até é o que menos me importa. Cada Jornal segue a linha que quiser. Só compra quem quer! Em casa, passo algumas vezes pela CMTV, mas como as notícias do "assassino" do "pedófilo" da "greve" do "homicida" dos "incêndios" etc etc.. se repetem, repetem, repetem até à exaustão, perco-lhes o interesse e mudo de canal. Mas é outro o assunto que me levou a escrever-vos. Os programas de desporto que vocês exibem todas as noites, onde a barulheira é tal que não se percebe nada do que dizem, a CMTV não