Avançar para o conteúdo principal

UM BENFICA NOSSO SÓ PODE SER UM BENFICA SEM ELES!

A forma alheada como o presidente do Benfica assistia na tribuna à final da taça de Portugal, prestando mais atenção ao telemóvel do que propriamente às incidências do jogo, mostra bem a leveza com que LFV encara as derrotas do Benfica, e a pachorra e o tédio com que estava ali a gramar 90 minutos de mais uma exibição paupérrima proporcionada pela grande equipa que construiu, pedindo a todos os santinhos para que não houvesse prolongamento, para se pôr na alheta dali para fora o mais rapidamente possível.

Há quem garanta que desta vez não estava a enviar uma mensagem para casa a convocar um congresso extraordinário da família, com a já habitual lágrima ao conto do olho, sempre muito útil nos momentos de maior aperto, para no remanso do conforto do seu sofá, pensar no que há-de fazer à vida, não, desta vez estaria em contacto com o seu amigo Paulo Futre para lhe encomendar mais uma caixa de libidium fast para ver se ganha tesão para as eleições, que a coisa para os lados do merceeiro está mesmo a ficar um pouco murcha.

Para quem prometeu ir duas vezes ao Marquês e acabou por lá não ir nenhuma, convenhamos que é uma média pouco abonatória para a sua palavra e credibilidade, mas resulta de uma narrativa de banha da cobra a que já não estejamos habituados e que damos de barato por sabermos o mentiroso compulsivo que ele é, e que de crise em crise, de derrota em derrota, se torna muito mais evidente.

Sejamos sérios e honestos e não nos tomem por parvos.

Acham que LFV, ao fim de todos estes anos de sucessivos cortes e desinvestimentos no futebol, e ainda como que a gozar o pagode se vangloria dos muitos milhões de euros que amealha com a venda de jogadores - só não se sabe para onde é que eles vão -, que assim de repente, do pé para a mão, como se já não soubéssemos o que a casa gasta, e com uma conjuntura desfavorável devido à pandemia, a aconselhar mais recato e menos extravagâncias, lhe desse na real gana de perder a cabeça e apostar todas as fichas num treinador ultra-inflaccionado e numa eventual super-equipa a construir, ele que é mais forreta que o pior dos sovinas, se tudo isso não obedecesse a um plano arquitectado para lhe salvar a pele, porque estamos em ano de eleições, do que a uma convicta avaliação das necessidades e carências do plantel?

Nada disso. Apenas um medo genuíno de vir a ser desapeado do poder. Só isso!

Em última análise, LFV nunca se preocupou verdadeiramente com o Benfica e está-se a marimbar e a borrifar para a sua mística e história, que fizeram dele um dos maiores clubes do mundo, mas que hoje, infelizmente, por acção nociva de um interesseiro, definha a olhos vistos.

Os novos equipamentos do Benfica são uma prova cabal disso mesmo, em que já não se respeitam as cores e o símbolo do clube, tudo em nome de uma despudorada estratégia de marketing, que não olha a meios para atingir os fins maquiavélicos do negócio.

O Benfica é hoje um clube sem rei nem roque à deriva.

LFV ignora as crises e os fracassos como o comandante do Titanic subestimou a presença dos icebergs na sua rota.

Não queremos colidir com medíocres e mentecaptos que não farão parte da nossa história do passado nem do nosso orgulho do futuro.

Não queremos um clube fechado em si mesmo que não aceita debates livres internamente.

A televisão e o jornal do clube não podem funcionar como veículos panfletários de propaganda e bajulação de ditadores instalados.

O Benfica não é uma consequência nem uma redundância, não é uma circunstância nem uma vicissitude, só pode ser unicamente uma paixão de vida. Só cá queremos pessoas comprometidas.

Amo-te, Benfica
 José Reis
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

0 comentários

Apoio de:


Aleatórios

Mensagens populares

As escutas do Apito Dourado foram totalmente legais

    Apito Dourado, a grande mentira das escutas   "Passaram esta quinta-feira 18 anos de um dos maiores escândalos da justiça e mais uns quantos da perpetuação de uma das maiores mentiras que alimenta o mundo do futebol."

A Máfia, a Maçonaria e o Apito Dourado

Costuma dizer-se que "a verdade é como o azeite, mais tarde ou mais cedo vem à superfície". Apareceu agora o testemunho do ex-juiz José Costa Pimenta, um antigo juiz reformado compulsivamente. A Maçonaria manda na justiça em Portugal. pulpuscorruptus.blogspot.com Mas a lei das escutas foi alterada, posteriormente em 2007 (governo Sócrates).

Carta à Cofina

Exmos. Senhores. Começo por vos dizer que sou um Benfiquista e sócio de 4 dígitos. A minha simpatia por tudo quanto é Cofina é nula...como nula é a vossa simpatia pelo meu Glorioso. Neste interim, estamos empatados. Quando estão disponíveis nos cafés, leio por alto as capas do CM, e no Record apenas aquelas duas páginas que dedicam ao Benfica. (normalmente são já notícias requentadas). O Record é mais pró-Sporting. Todos nós sabemos e isso até é o que menos me importa. Cada Jornal segue a linha que quiser. Só compra quem quer! Em casa, passo algumas vezes pela CMTV, mas como as notícias do "assassino" do "pedófilo" da "greve" do "homicida" dos "incêndios" etc etc.. se repetem, repetem, repetem até à exaustão, perco-lhes o interesse e mudo de canal. Mas é outro o assunto que me levou a escrever-vos. Os programas de desporto que vocês exibem todas as noites, onde a barulheira é tal que não se percebe nada do que dizem, a CMTV não