Avançar para o conteúdo principal

UM BENFICA NOSSO SÓ PODE SER UM BENFICA SEM ELES!

A forma alheada como o presidente do Benfica assistia na tribuna à final da taça de Portugal, prestando mais atenção ao telemóvel do que propriamente às incidências do jogo, mostra bem a leveza com que LFV encara as derrotas do Benfica, e a pachorra e o tédio com que estava ali a gramar 90 minutos de mais uma exibição paupérrima proporcionada pela grande equipa que construiu, pedindo a todos os santinhos para que não houvesse prolongamento, para se pôr na alheta dali para fora o mais rapidamente possível.

Há quem garanta que desta vez não estava a enviar uma mensagem para casa a convocar um congresso extraordinário da família, com a já habitual lágrima ao conto do olho, sempre muito útil nos momentos de maior aperto, para no remanso do conforto do seu sofá, pensar no que há-de fazer à vida, não, desta vez estaria em contacto com o seu amigo Paulo Futre para lhe encomendar mais uma caixa de libidium fast para ver se ganha tesão para as eleições, que a coisa para os lados do merceeiro está mesmo a ficar um pouco murcha.

Para quem prometeu ir duas vezes ao Marquês e acabou por lá não ir nenhuma, convenhamos que é uma média pouco abonatória para a sua palavra e credibilidade, mas resulta de uma narrativa de banha da cobra a que já não estejamos habituados e que damos de barato por sabermos o mentiroso compulsivo que ele é, e que de crise em crise, de derrota em derrota, se torna muito mais evidente.

Sejamos sérios e honestos e não nos tomem por parvos.

Acham que LFV, ao fim de todos estes anos de sucessivos cortes e desinvestimentos no futebol, e ainda como que a gozar o pagode se vangloria dos muitos milhões de euros que amealha com a venda de jogadores - só não se sabe para onde é que eles vão -, que assim de repente, do pé para a mão, como se já não soubéssemos o que a casa gasta, e com uma conjuntura desfavorável devido à pandemia, a aconselhar mais recato e menos extravagâncias, lhe desse na real gana de perder a cabeça e apostar todas as fichas num treinador ultra-inflaccionado e numa eventual super-equipa a construir, ele que é mais forreta que o pior dos sovinas, se tudo isso não obedecesse a um plano arquitectado para lhe salvar a pele, porque estamos em ano de eleições, do que a uma convicta avaliação das necessidades e carências do plantel?

Nada disso. Apenas um medo genuíno de vir a ser desapeado do poder. Só isso!

Em última análise, LFV nunca se preocupou verdadeiramente com o Benfica e está-se a marimbar e a borrifar para a sua mística e história, que fizeram dele um dos maiores clubes do mundo, mas que hoje, infelizmente, por acção nociva de um interesseiro, definha a olhos vistos.

Os novos equipamentos do Benfica são uma prova cabal disso mesmo, em que já não se respeitam as cores e o símbolo do clube, tudo em nome de uma despudorada estratégia de marketing, que não olha a meios para atingir os fins maquiavélicos do negócio.

O Benfica é hoje um clube sem rei nem roque à deriva.

LFV ignora as crises e os fracassos como o comandante do Titanic subestimou a presença dos icebergs na sua rota.

Não queremos colidir com medíocres e mentecaptos que não farão parte da nossa história do passado nem do nosso orgulho do futuro.

Não queremos um clube fechado em si mesmo que não aceita debates livres internamente.

A televisão e o jornal do clube não podem funcionar como veículos panfletários de propaganda e bajulação de ditadores instalados.

O Benfica não é uma consequência nem uma redundância, não é uma circunstância nem uma vicissitude, só pode ser unicamente uma paixão de vida. Só cá queremos pessoas comprometidas.

Amo-te, Benfica
 José Reis
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

0 comentários



Mensagens populares

Limpinho, limpinho...

Barcelona sem Messi e na falência, foi esta noite uma pera doce para o Benfica que fez tudo para merecer esta gorda vitória e um passo gigante para a passagem na Champions, o que vem a dar mais uns milhares para os depauperados cofres do clube !!!

Este é o Benfica atual

O mal do Benfica é geral, é uma doença que atravessa todo o clube.  Reparemos: apesar de um orçamento global muito avultado para o país que somos, temos a seguinte situação:  - futebol masculino: perdemos vergonhosamente o campeonato e a Taça de 2020; estamos em terceiro lugar, a 4 pontos do primeiro, com duas derrotas vergonhosas nos dois últimos jogos; da Europa, nem vale falar; 

Exmo. Sr. Luís Filipe Vieira

Seguindo-lhe os passos vou enviar-lhe esta carta, não para me queixar de arbitragens, de falta de penaltis, de escassez de golos, de Covid, de escorregões e de outras desculpas esfarrapadas e escarrapachadas  ao estilo rasca de uma qualquer banda desenhada de vão de escada, num dos valores que em tempos a sua leitura elevava o Benfica e orgulhava os benfiquistas – o jornal “O Benfica”.  

Saia mais uma dose de batatas para o Celestino Mouco...

Esta prosa é apenas para um ex-amigo que tive a desdita de conhecer na minha terra natal, ( há horas do diabo...)  fanático do Vieira e do oxigenado que normalmente anda sempre a cheirar-me o rabo.  A cada traque mal cheiroso que dou, toma-o como se Chanel nr. 5 se tratasse.  Caro Celestino Mouco; há dias entraste no meu quintal e zurravas para que eu falasse das 3 batatas que o clube do jorge jesus deu ao Belenenses mas, esta noite, o teu vieira enfardou mais um saco de batatas  em Alvalixo.  O que te  valeu dares 3 batatas ao Belenenses? Bastava 1 batata e guardava 2 batatas para esta noite!  Estamos agora a 9 sacos de batatas atrás do Sportém.  É muita batata, mas espera que por este andar, o batatal do teu vieira vai bater este ano o record da safra de batatas!!! Também estamos a 5 sacos de batatas de distância do Porto, quer dizer que o batatal do teu ídolo está batatando!!! Para chegar ao TITALO, é necessário recuperar 14 toneladas de batatas!  É muita batata para a pequena camio

Síndrome de Estocolmo

Os sócios do Benfica sofrem do Síndrome de Estocolmo, por isso lfv pode fazer ao Benfica o que fez ao Alverca ( Acabou com o clube) que a maioria Benfiquista continuaria apoiar e a defender vieira com toda a garra.  Brevemente seremos um Salgueiros, um Estrela da Amadora, um Alverca.