Avançar para o conteúdo principal

A CREDIBILIDADE DAS OPAS OPACAS!

Quando LFV, após mais um dissabor nas suas beneméritas intenções de ajudar os amigos à conta do Benfica, viu ir por água abaixo esse seu altruísmo e voluntariedade com o chumbo definitivo da OPA OPACA, e se realmente os amigos são para as ocasiões, por certo que elas não vão faltar no longo e esgotado reinado que já leva, e não adianta vir com aquela conversa fiada de calimero nem de vestir o fato de tanso e sonso feito à medida, por muito que diga e se esfole, com remoques de má consciência, que o único campeonato que nunca irá perder é o da credibilidade que, imagino eu, terá feito rir das gargalhadas até às lágrimas o mais sorumbático cidadão da terra.

Ninguém, por certo, consegue criar uma aura e gerar uma percepção de honrado e credível se estiver recorrentemente a ser acusado de desonesto, tanto no plano moral, cívico ou judicial.

LFV é uma espécie de tartaruga, que precisa da protecção do Benfica para manter a sua carapaça de impunidade, que foi alicerçando de forma paulatina e pensada como foi capturando o clube, chamando para junto de si todos aqueles lambe-botas e avençados que se dispensam asseverar amor ao Benfica, mas que têm obrigatoriamente de jurar fidelidade à sua sombra.

O Benfica, ainda antes de surgir esta pandemia, já estava confinado às ideias e poderes deste tirano, e ai daqueles que não lhe obedeçam ou que ousem confrontá-lo, porque chamará logo os colaboradores e opinadores da BTV e os faz-fretes do gabinete de comunicação (que já são mais que as mães) para definirem uma estratégia de ataque para desancarem e abafarem qualquer resquício de crítica.

As casas do Benfica, na sua grande maioria e infelizmente, não foram criadas e autonomizadas para cultivar a mística e o fervor Benfiquista, pelo contrário, continuam hoje a ser uma espécie de mesquitas de adoração ao líder, com forte intervenção e influência em actos eleitorais no clube, que o têm perpetuado no poder, não o expondo demasiado a debates e confrontos directos com outros candidatos, porque continua a não ter ideias para o futebol e assim evita cair no ridículo de ser desmascarado facilmente.

LFV é no entanto um líder fraco, e a prova inequívoca disso mesmo, foi ainda agora na recente ida a São Bento para o chá dos cinco, em que foi visível observar a sua fragilidade mental, que apesar das boas finanças do Benfica, que ele tanto apregoa de megafone, andou sempre atrás dos outros, de forma tímida e envergonhada, que representavam os clubes falidos, preferindo resguardar-se na rectaguarda, sem saber ao certo o que fazia ali.

Como dizia Manuel Botto, “o betão não pode ser o desígnio do Benfica, e se construir de início foi necessário para apetrechar o clube das infraestruturas necessárias, sobredimensioná-lo já é desnecessário e traz custos insustentáveis, como construir campos, centros de alto rendimento e hotéis no Seixal ou em Oeiras, é desperdiçar recursos fundamentais para o futebol ser fortemente competitivo, e que as únicas parcerias estratégicas que devem existir no clube são com os sócios, que pagam enquanto os outros só cobram”.

O Benfica está hoje infestado por gente que não tem nada a ver com o Benfica que, a exemplo do presidente, tanto se lhes dá como se lhes deu que o Benfica perca ou ganhe, desde que o transformem numa plataforma comercial de transacções e negociatas que dê e chegue para todos, porque enquanto por cá andarem, terão sempre acesso à liga dos campeões das benesses e dos interesses individuais.

 Amo-te, Benfica! José Reis
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

0 comentários

Apoio de:


Aleatórios

Mensagens populares

As escutas do Apito Dourado foram totalmente legais

    Apito Dourado, a grande mentira das escutas   "Passaram esta quinta-feira 18 anos de um dos maiores escândalos da justiça e mais uns quantos da perpetuação de uma das maiores mentiras que alimenta o mundo do futebol."

A Máfia, a Maçonaria e o Apito Dourado

Costuma dizer-se que "a verdade é como o azeite, mais tarde ou mais cedo vem à superfície". Apareceu agora o testemunho do ex-juiz José Costa Pimenta, um antigo juiz reformado compulsivamente. A Maçonaria manda na justiça em Portugal. pulpuscorruptus.blogspot.com Mas a lei das escutas foi alterada, posteriormente em 2007 (governo Sócrates).

Carta à Cofina

Exmos. Senhores. Começo por vos dizer que sou um Benfiquista e sócio de 4 dígitos. A minha simpatia por tudo quanto é Cofina é nula...como nula é a vossa simpatia pelo meu Glorioso. Neste interim, estamos empatados. Quando estão disponíveis nos cafés, leio por alto as capas do CM, e no Record apenas aquelas duas páginas que dedicam ao Benfica. (normalmente são já notícias requentadas). O Record é mais pró-Sporting. Todos nós sabemos e isso até é o que menos me importa. Cada Jornal segue a linha que quiser. Só compra quem quer! Em casa, passo algumas vezes pela CMTV, mas como as notícias do "assassino" do "pedófilo" da "greve" do "homicida" dos "incêndios" etc etc.. se repetem, repetem, repetem até à exaustão, perco-lhes o interesse e mudo de canal. Mas é outro o assunto que me levou a escrever-vos. Os programas de desporto que vocês exibem todas as noites, onde a barulheira é tal que não se percebe nada do que dizem, a CMTV não