Avançar para o conteúdo principal

E agora?

Não vai haver possibilidades de acabar os campeonatos nacionais, com o centro da pandemia a ser a Europa e com a (lamentável) gestão europeia da crise sanitária isso já é uma não hipótese.

Se a próxima época puder começar já não vai ser nada mau.

Os peritos do Governo britânico do Imperial College já assumem uma crise sanitária de 18 meses, só interrompida com uma vacina eficaz.

O futebol não acaba se parar 18 meses (na II Guerra parou 7 anos em Inglaterra e na maior parte da Europa). Mas há clubes cujo risco de falência se agrava seriamente, é o caso de Porto e Sporting. Daí a ânsia do Porto ser-lhe atribuído o título na secretaria.

Mas como os regulamentos são omissos e a decisão tem aplicação na época em curso é necessária unanimidade dos clubes para resolver a questão.

A UEFA aqui não risca nada.

O Porto defende que seja campeão o 1º classificado vigente ou seja ele e o Benfica defenderá certamente que seja o 1º classificado no final da 1ª volta ou seja ele próprio, solução lógica pois se não se pode acabar a 2ª volta em que todos jogaram com todos "a 2 mãos" então deveria valer a 1ª volta em que todos jogaram contra todos 1 vez.

Nunca poderá ser atribuído o título a quem conjunturalmente está em 1º lugar, muito menos por apenas 1 ponto, se não no futuro numa situação semelhante a paragem do campeonato poderia ser gerida mais jornada menos jornada em função da classificação, isso é impensável.

Como não vai haver acordo entre Benfica e Porto, certamente não vai haver campeão da época 2019-20. Mais importante até é o acesso aos lugares UEFA e aí sim deverá ser a UEFA a definir as regras.

No caso das épocas serem anuladas, como deverá passar-se em Portugal, deverão valer as posições da última época homologada: 2018-19.

Mas vamos esperar pela decisão da UEFA.

Não se sabe é se terá aplicação na época 2020-21 ou somente em 2021-22, em função da evolução da crise sanitária.

 Benfiquista Beirão
(Comentário retirado do NGB)
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

1 comentários

  1. Não tenho tanta certeza que o aprendiz do papa não acabe por concordar com o seu patrono!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Apoio de:


Aleatórios

Mensagens populares

As escutas do Apito Dourado foram totalmente legais

    Apito Dourado, a grande mentira das escutas   "Passaram esta quinta-feira 18 anos de um dos maiores escândalos da justiça e mais uns quantos da perpetuação de uma das maiores mentiras que alimenta o mundo do futebol."

A Máfia, a Maçonaria e o Apito Dourado

Costuma dizer-se que "a verdade é como o azeite, mais tarde ou mais cedo vem à superfície". Apareceu agora o testemunho do ex-juiz José Costa Pimenta, um antigo juiz reformado compulsivamente. A Maçonaria manda na justiça em Portugal. pulpuscorruptus.blogspot.com Mas a lei das escutas foi alterada, posteriormente em 2007 (governo Sócrates).

Carta à Cofina

Exmos. Senhores. Começo por vos dizer que sou um Benfiquista e sócio de 4 dígitos. A minha simpatia por tudo quanto é Cofina é nula...como nula é a vossa simpatia pelo meu Glorioso. Neste interim, estamos empatados. Quando estão disponíveis nos cafés, leio por alto as capas do CM, e no Record apenas aquelas duas páginas que dedicam ao Benfica. (normalmente são já notícias requentadas). O Record é mais pró-Sporting. Todos nós sabemos e isso até é o que menos me importa. Cada Jornal segue a linha que quiser. Só compra quem quer! Em casa, passo algumas vezes pela CMTV, mas como as notícias do "assassino" do "pedófilo" da "greve" do "homicida" dos "incêndios" etc etc.. se repetem, repetem, repetem até à exaustão, perco-lhes o interesse e mudo de canal. Mas é outro o assunto que me levou a escrever-vos. Os programas de desporto que vocês exibem todas as noites, onde a barulheira é tal que não se percebe nada do que dizem, a CMTV não