Avançar para o conteúdo principal

AQUELA DISPLICÊNCIA E AQUELE DESATINO NÃO SE PODEM REPETIR!

O Benfica não pode dar-se ao luxo de adormecer no jogo, a ponto de permitir ao Belenenses de contrafacção chegar ao fim com mais cantos e remates a favor, correndo deste modo, riscos e dissabores bem escusados nesta fase crucial do campeonato.

Bruno Lage, pelos vistos, não aprendeu nada com aquilo que se passou na época passada, em que o único jogo que não venceu, já sob o seu comando, foi aquele maldito empate 2-2 com este mesmo adversário, depois de se ter desperdiçado uma vantagem de dois golos.

A repetição da tragédia esteve novamente para acontecer.

Bruno Lage não pode estar permanentemente a especular com aquilo que os jogos lhe podem dar, mas sim ousar com convicção e determinação com aquilo que quer deles, e venha lá quem vier, não lhe podemos entregar a iniciativa de jogo, o controlo de bola, e ficar na expectativa de que as coisas acabarão por se resolver, com um rasgo individual de um qualquer jogador, dando de avanço ao adversário primeiras partes descoloridas e segundas partes sofridas, ora para correr atrás do prejuízo, ora para segurar uma vitória tremida.

Estas distracções e derivações não são aceitáveis e muito menos desculpáveis, quando a teoria da narrativa despejada nas conferências de imprensa, de que isto é jogo a jogo, cada jogo é uma final, manter o foco naquilo que temos de fazer ou respeitar sempre o adversário para não nos surpreender, muitas vezes não coincide na prática com a postura e a responsabilidade que a equipa coloca em campo.

E se é certo que dispomos de uma boa almofada pontual em relação ao adversário mais próximo, que tem a pressão de vir atrás de nós com cada vez menos jornadas por jogar pela frente, isso não se pode transformar num relaxamento ou entorpecimento da nossa atenção de sentinela que está de vigia, a ponto de a tal almofada de conforto que temos e deu muito trabalho a conquistar, possa vir a servir de pretexto para, inadvertidamente, adormecermos sobre ela e só acordarmos quando o pesadelo tomar conta das nossas insónias e desilusões.

Isso não pode nem deve acontecer.

Esta exibição descolorida do Benfica, mais uma sem explicação aparente, dá mais confiança aos nossos adversários, que vamos defrontar já na próxima jornada, do que quaisquer 7 pontos à maior que possamos ter ou por insignificante rato que ande por lá a desestabilizá-los.

Não podemos ser nós a contribuir para a resolução das crises alheias, o melhor até, é podê-las ainda agravar mais, e isso está plenamente ao nosso alcance.

No dragão é para entrar em campo com mentalidade ganhadora e não há desculpas para que não seja assim.

Amo-te, Benfica! José Reis
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

1 comentários

  1. A ganhar por 2-0, a pensar poupar para os jogos que se aproximam, 95% dos treinadores, ao intervalo, seja directamente, seja pelos ajustamentos que introduz, dá o mote aos jogadores para arrefecerem o jogo.
    Pena o Bruno Lage não pertencer ao lote dos 5% que não fazem isso!
    Para mais tendo a obrigação de saber a história do último jogo com o Codecity e devendo calcular que eles viriam para a 2ª parte com esse azimute!
    Agora, vou pôr-me no lugar dele para o jogo no antro da corrupção:
    7 pontos de avanço, empate dá para manter a distância, vamos lá ajustar a equipa para jogar para o lado e para trás!
    Chuto para a frente e o Vinicius e o Rafa que corram!
    Táctica à Rui Vitória!
    Calcula-se o resultado final!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário



Mensagens populares

Este é o Benfica atual

O mal do Benfica é geral, é uma doença que atravessa todo o clube.  Reparemos: apesar de um orçamento global muito avultado para o país que somos, temos a seguinte situação:  - futebol masculino: perdemos vergonhosamente o campeonato e a Taça de 2020; estamos em terceiro lugar, a 4 pontos do primeiro, com duas derrotas vergonhosas nos dois últimos jogos; da Europa, nem vale falar; 

Limpinho, limpinho...

Barcelona sem Messi e na falência, foi esta noite uma pera doce para o Benfica que fez tudo para merecer esta gorda vitória e um passo gigante para a passagem na Champions, o que vem a dar mais uns milhares para os depauperados cofres do clube !!!

Exmo. Sr. Luís Filipe Vieira

Seguindo-lhe os passos vou enviar-lhe esta carta, não para me queixar de arbitragens, de falta de penaltis, de escassez de golos, de Covid, de escorregões e de outras desculpas esfarrapadas e escarrapachadas  ao estilo rasca de uma qualquer banda desenhada de vão de escada, num dos valores que em tempos a sua leitura elevava o Benfica e orgulhava os benfiquistas – o jornal “O Benfica”.  

Saia mais uma dose de batatas para o Celestino Mouco...

Esta prosa é apenas para um ex-amigo que tive a desdita de conhecer na minha terra natal, ( há horas do diabo...)  fanático do Vieira e do oxigenado que normalmente anda sempre a cheirar-me o rabo.  A cada traque mal cheiroso que dou, toma-o como se Chanel nr. 5 se tratasse.  Caro Celestino Mouco; há dias entraste no meu quintal e zurravas para que eu falasse das 3 batatas que o clube do jorge jesus deu ao Belenenses mas, esta noite, o teu vieira enfardou mais um saco de batatas  em Alvalixo.  O que te  valeu dares 3 batatas ao Belenenses? Bastava 1 batata e guardava 2 batatas para esta noite!  Estamos agora a 9 sacos de batatas atrás do Sportém.  É muita batata, mas espera que por este andar, o batatal do teu vieira vai bater este ano o record da safra de batatas!!! Também estamos a 5 sacos de batatas de distância do Porto, quer dizer que o batatal do teu ídolo está batatando!!! Para chegar ao TITALO, é necessário recuperar 14 toneladas de batatas!  É muita batata para a pequena camio

Síndrome de Estocolmo

Os sócios do Benfica sofrem do Síndrome de Estocolmo, por isso lfv pode fazer ao Benfica o que fez ao Alverca ( Acabou com o clube) que a maioria Benfiquista continuaria apoiar e a defender vieira com toda a garra.  Brevemente seremos um Salgueiros, um Estrela da Amadora, um Alverca.