Avançar para o conteúdo principal

NÃO TEMOS RELVADO PARA JOGAR, MAS TEMOS LESIONADOS PARA A TROCA!


Já não faltava ter-se de recorrer ao mercado de Inverno para colmatar as falhas e as lacunas de um plantel desequilibrado e mal montado, também agora vamos ter de lá voltar para encontrar um novo relvado, para substituir pela terceira vez o da época passada, que em tantas tardes-noites de glória nos ofereceu, com vitórias e goleadas para todos os gostos, o tão ambicionado 37.º título de campeões nacionais .

E se é certo que perdemos o relvado, não é menos verdade que também perdemos o treinador e a equipa, que a exemplo da gramínea, sofrem todos de um problema brusco de consolidação, e se num caso estamos perante um problema de raiz, no outro ainda não foi detectado nem devidamente explicado a raiz do problema, que tornaram Bruno Lage e todos os jogadores quase irreconhecíveis, já não parecendo os mesmos, e pelo que temos visto desta época, dá a impressão que um desaprendeu de treinar e os outros desaprenderam de jogar.

Quem os viu e quem os vê!

A catrefada de lesionados que todos os anos ocorrem na Luz, sem que nada seja feito para o impedir, pode explicar muita coisa mas certamente que não explicará tudo, e esta recorrente incapacidade e desleixo profissionais insere-se numa deficiência estrutural muito mais vasta e profunda que nunca mereceu o devido reparo e análise por parte de uma direcção que não sabe o que anda a fazer e está mais preocupada para quem está na China a olhar (provavelmente com os olhos em bico…) para o nosso emblema.

Desde logo, convém referir-se, que a saída do director clínico e responsável pelo departamento “Human Performance”, o espanhol Lluis Til Pérez, nunca foi devidamente explicada, quiçá, porque não se revia naquilo que via à sua volta, e a sua ida para o Mónaco (mais uma vez o clube monegasco a meter-se no caminho do Benfica…), são coincidências cada vez mais estranhas e que carecem de ser desmontadas, porque só dessa forma esta direcção, que já conheceu melhores dias, se livrará do libelo da acusação constante e do ónus da suspeita permanente, que cada vez mais recaem sobre si.

Para o adepto comum, que ama e sofre pelo seu Benfica, que nunca falta com o seu apoio, como se viu agora em Tondela, em mais um imenso mar pintado de vermelho nas bancadas, apesar de mais uma exibição deplorável, salva por uma vitória arrancada e marcada a ferro, quer ver os problemas resolvidos e solucionados, e pouco lhe importa saber que as lesões tenham a ver com o estado do relvado, ou que o estado do relvado tenha a ver com o congresso das Testemunhas de Jeová, ou que a RED (Relva para Entorses e Desinserções) em mais uma parceria feita à LFV, com todos os problemas que está a originar, seja mais uma empresa vão de escada a trabalhar com o Benfica, o que adepto quer e exige, e isso é que conta para o prognóstico do totobola, é que a equipa jogue bem, que o treinador seja audaz e competente, e acima de tudo, que a estrutura, a tal que está 10 anos à frente do sol, não ande todos os anos arranjar pretextos ridículos e estapafúrdios (e/ou propositados?) para desestabilizar permanentemente o clube, parecendo agir de forma voluntária e concertada com a intenção declarada de evitar que o Benfica seja campeão, neste prazer autofágico impensável de se destruir a si próprio.

Com uma direcção à altura dos pergaminhos do Benfica, os nossos adversários já há muito tempo que estavam a pão e água, entregues à sua própria insignificância de invejosos inveterados, mas com esta direcção tão complacente quanto incompetente, vão-se safando da agonia, e fez mais mossa e causou mais dano o Krasnodar só num jogo contra os mafiosos corruptos do norte do que LFV em todos os anos que leva de mandatos na presidência do Benfica.

Amo-te, Benfica!
 José Reis


Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

0 comentários

Apoio de:


Aleatórios

Mensagens populares

As escutas do Apito Dourado foram totalmente legais

    Apito Dourado, a grande mentira das escutas   "Passaram esta quinta-feira 18 anos de um dos maiores escândalos da justiça e mais uns quantos da perpetuação de uma das maiores mentiras que alimenta o mundo do futebol."

A Máfia, a Maçonaria e o Apito Dourado

Costuma dizer-se que "a verdade é como o azeite, mais tarde ou mais cedo vem à superfície". Apareceu agora o testemunho do ex-juiz José Costa Pimenta, um antigo juiz reformado compulsivamente. A Maçonaria manda na justiça em Portugal. pulpuscorruptus.blogspot.com Mas a lei das escutas foi alterada, posteriormente em 2007 (governo Sócrates).

Carta à Cofina

Exmos. Senhores. Começo por vos dizer que sou um Benfiquista e sócio de 4 dígitos. A minha simpatia por tudo quanto é Cofina é nula...como nula é a vossa simpatia pelo meu Glorioso. Neste interim, estamos empatados. Quando estão disponíveis nos cafés, leio por alto as capas do CM, e no Record apenas aquelas duas páginas que dedicam ao Benfica. (normalmente são já notícias requentadas). O Record é mais pró-Sporting. Todos nós sabemos e isso até é o que menos me importa. Cada Jornal segue a linha que quiser. Só compra quem quer! Em casa, passo algumas vezes pela CMTV, mas como as notícias do "assassino" do "pedófilo" da "greve" do "homicida" dos "incêndios" etc etc.. se repetem, repetem, repetem até à exaustão, perco-lhes o interesse e mudo de canal. Mas é outro o assunto que me levou a escrever-vos. Os programas de desporto que vocês exibem todas as noites, onde a barulheira é tal que não se percebe nada do que dizem, a CMTV não