Avançar para o conteúdo principal

Consultei o VAR. Porto 0 Benfica 4

Intitulei no meu post anterior como " Justiça; Porto 0 Benfica 1"

Consultei o VAR e verifiquei que as nossas vitórias, com esta sentença de agora, são pelo menos 4.

A primeira quando a ERC nos dá razão, a segunda quando a Relação do Porto desfaz a traquinice, para não dizer pulhice, de um adepto Juiz do Porto que em primeira instância sentencia que o Traques Falido e a sua comandita, podem continuar a divulgar emails roubados, por serem de interesse público, e a 3ª. foi a proibição da divulgação de emails, sob pena de pagarem por cada um 200 e tal mil euros.

Assim sendo, a cabazada já vai em 0x4, mas muito longe ainda dos 12 e dos 8 de boa memória.

Por enquanto a procissão ainda está dentro da Igreja, muita água vai ainda correr por debaixo das Pontes de Peso da Régua, que é a terra onde está sepultado o Santana Campeão Europeu.

Lendo a conclusão do Tribunal da Comarca do Porto em que se condena o clube do Gerente da Caixa, vi que o email que enviei a RGS sobre o Coroado que o Traques falido divulgou, também consta na douta sentença do Juiz. 
Contrariamente ao que na altura disse de mim o Traques e a sua comandita, "de que eu me movimentava bem em escritórios de grandes advogados e no poder local",  o Juíz entendeu e bem, que eu não tinha assim tanta importância e apenas me apelidou, e bem, de "alter-ego".
-------------------------

178. No Programa de 10 de Outubro de 2017, o Réu Francisco J. Marques divulga correspondência eletrónica entre Rui Gomes da Silva, Paulo Gonçalves e uma outra pessoa, escondida atrás de alter-ego (“Viriato Viseu”), afirmando “Pois, mas mais depressa se apanha um… é assim, nós hoje trazemos aqui uma coisa muito engraçada que mostra o que é o modus operandi do Benfica em relação a algumas pessoas. Nós escolhemos aqui divulgar uma coisa que envolve um antigo árbitro, portanto, é uma pessoa que já não está em atividade, a sua atividade de árbitro já há muitos anos que já não está, portanto, não estamos a pôr em causa alguém… mas reparem, se fazem isto a um antigo árbitro que hoje em dia é comentador de arbitragem, imaginem quando são outras coisas (…) “; no mesmo programa, aquele Réu revela também um e-mail remetido por António Pragal Colaço a Pedro Guerra, contendo dados da vida pessoal e privada do ex-árbitro de futebol Jorge Coroado”, afirmando “É isto o Benfica! Este Benfica de Luís Filipe Vieira é isto. E é isto que nós combatemos e vamos continuar a combater. Não pensem que vamos recuar nisto” (cfr. transcrição do Programa de 10 de Outubro de 2017, que se juntou como Doc. n.º 30, minutos [00:34:36] [00:41:03], págs. 74, 75, pág. 77. O Réu Francisco J. Marques afirma “nós hoje trazemos aqui uma coisa muito engraçada que mostra o que é o modus operandi do Benfica em relação a algumas pessoas (…)”Doc. n.º 43, n.ºs 44 e 44-A. “Portanto, o Paulo Gonçalves, pessoa relevante na estrutura do Benfica, pessoa com responsabilidades na estrutura do Benfica, acha que se resolve o assunto partindo a cara ao Jorge Coroado (…) O Benfica quando ouve o Jorge Coroado a dizer uma coisa que não gosta, a contar uma coisa que não gosta, mas que que pelos vistos aconteceu, e o Jorge Coroado até diz que aquilo era prática corrente, acha que se resolvem as coisas assim, partindo-lhe a cara. Eu não sei se vieram a partir a cara ou não mas o Jorge Coroado não é de facto uma pessoa benquista no Benfica” (cfr. Doc. n.º 30,minutos [00:37:26] [00:39:11], pág. 76). O Réu Francisco J. Marques afirmasse “(…) na mesma altura, 25 de março de 2014, 11 de abril de 2014, portanto, 15 dias depois, o António Pragal Colaço, também advogado, envia para o Pedro Guerra um documento manuscrito sobre o Jorge Coroado (…) mandado, em PDF, digitalizado, dados privados íntimos do Jorge Coroado, profissionais, pessoais, o nome completo da mulher, a morada, coisas sobre a família, o número de filhos, etc., coisas que aqui não interessa, depois tem aqui uma coisa muito curiosa que eu não posso deixar de dizer, há dois anos sem H, o que para um advogado não deixa de ser …” (cfr. Doc. n.º 30, minutos [00:39:54] [00:40:27], pág. 76).
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post


Aleatórios

Facebook


Apoio de: apoio master groove