Avançar para o conteúdo principal

PROMESSAS… LEVA-AS O VENTO!


O merceeiro de Alverca anda nervoso, e sabendo de antemão que já não tem nada de novo para oferecer ao Benfica, porque a sua incompetência e falta de ambição não dão para mais, desata a despejar promessas nas primeiras páginas dos jornais, precisamente em vésperas de mais uma eliminação do Benfica numa competição (e já lá vão duas), para assim continuar a mentir e a enganar os sócios e adeptos, naquele refrão escrito por ele e já conhecido de todos, do agora é que vai ser, para o ano é que vamos arrasar, como se isso se pudesse decretar e cumprir com um simples estalar de dedos, de alguém que não sabe o que anda a fazer e funciona sempre a reboque dos acontecimentos.

Ao mentiroso de serviço, que na sua óptica o Benfica ia ganhar tudo o que lhe aparecesse pela frente, seria bom que pudesse explicar porque é que o Benfica já foi corrido da champions league, num grupo com equipas como o Leipzig, o Lyon e o Zenit, e da Taça da Liga cá da paróquia, com equipas como o Guimarães, o Setúbal e o Covilhã, e a ver vamos na Taça de Portugal (com o sorteio marcado para amanhã) e na Liga Europa, onde vamos medir forças com o Shakhtar.

Restará o campeonato numa disputa a dois, e se tivéssemos sido competentes desde o início, descontando as invenções de Bruno Lage e o tempo que demorou a encontrar um onze, quando afirmou ingenuamente que estava satisfeito com o plantel que tinha, hoje, o avanço que são de 4 pontos, podiam ser de 10, e isso fazia toda a diferença e seria uma boa almofada de conforto para encarar o que possa vir aí, que a começar pela novela do soco e do boi, no túnel do Jamor, não augura nada de bom.

LFV e Bruno Lage parecem estar feitos um para o outro.

Se um é acomodado por natureza, o outro é pouco exigente por obrigação, e daqui não passam, porque é assim que se sentem bem e é quanto lhes basta para se manterem nos cargos.

Noutros tempos de grandes presidentes e grandes treinadores que o Benfica teve, eles funcionavam como outrora os nossos irreverentes navegadores passaram para lá da Taprobana dos resignados, porque ousaram vencer e ultrapassar todas as dificuldades, com a coragem e a audácia própria dos destemidos, para encararem de frente o medo e o desconhecido, partindo em busca da felicidade imaginada para lá dos horizontes fechados e cinzentos da nossa pequenez mental, impulsionados pela destreza nobre da sua raça e carácter e pela sedução irresistível aos chamamentos da  aventura, deixando ara trás, em terra, os velhos do Restelo do costume, prostrados nas areias a desafiar os lamentos e os queixumes de maus presságios, próprios dos inábeis e inúteis, que transportados para os dias de hoje, funcionam como bobos avençados da corte vieirista,  que espalham a propaganda da mentira e o embuste bajulado do elogio, como os trovadores modernos da cantiga do bandido que se entretêm a pavonear-se na tribuna presidencial dos vícios e das comezainas, com gargalhadas estridentes e palmadinhas suaves nas costas, mesmo que lá em baixo, no relvado, o espectáculo esteja a ser enfadonho e deprimente, por falta de qualidade dos artistas, porque o que conta é a pose e a circunstância da vénia e o “glamour” perfumado do autoritarismo e da pesporrência babada do poder, porque no fim, vai-se a plebe em debandada, esses idiotas indigentes que não merecem o reino que têm, e amanhã será outro dia no forrobodó consentido da impunidade e da indecência.

E o Liverpool, que é hoje considerada a melhor equipa do mundo, em que ninguém conhece o seu discreto presidente, mas todos conhecem quem é o seu idolatrado e competente treinador, e apesar dos muitos milhões que o clube tem em caixa para dar e vender, foi agora buscar, para a próxima época, um internacional japonês, de seu nome Takumi Minamino, ao modesto RB Salzburg, por (imagine-se!) 8,5 milhões de euros.

Moral da história: no Liverpool não há LFV e Jorge Mendes e muito menos negociatas de RDT’s de 20 milhões de euros.

Amo-te, Benfica!
 José Reis
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

0 comentários

Apoio de:


Aleatórios

Mensagens populares

As escutas do Apito Dourado foram totalmente legais

    Apito Dourado, a grande mentira das escutas   "Passaram esta quinta-feira 18 anos de um dos maiores escândalos da justiça e mais uns quantos da perpetuação de uma das maiores mentiras que alimenta o mundo do futebol."

A Máfia, a Maçonaria e o Apito Dourado

Costuma dizer-se que "a verdade é como o azeite, mais tarde ou mais cedo vem à superfície". Apareceu agora o testemunho do ex-juiz José Costa Pimenta, um antigo juiz reformado compulsivamente. A Maçonaria manda na justiça em Portugal. pulpuscorruptus.blogspot.com Mas a lei das escutas foi alterada, posteriormente em 2007 (governo Sócrates).

Carta à Cofina

Exmos. Senhores. Começo por vos dizer que sou um Benfiquista e sócio de 4 dígitos. A minha simpatia por tudo quanto é Cofina é nula...como nula é a vossa simpatia pelo meu Glorioso. Neste interim, estamos empatados. Quando estão disponíveis nos cafés, leio por alto as capas do CM, e no Record apenas aquelas duas páginas que dedicam ao Benfica. (normalmente são já notícias requentadas). O Record é mais pró-Sporting. Todos nós sabemos e isso até é o que menos me importa. Cada Jornal segue a linha que quiser. Só compra quem quer! Em casa, passo algumas vezes pela CMTV, mas como as notícias do "assassino" do "pedófilo" da "greve" do "homicida" dos "incêndios" etc etc.. se repetem, repetem, repetem até à exaustão, perco-lhes o interesse e mudo de canal. Mas é outro o assunto que me levou a escrever-vos. Os programas de desporto que vocês exibem todas as noites, onde a barulheira é tal que não se percebe nada do que dizem, a CMTV não