Avançar para o conteúdo principal

OPA-2019 – Benfica


Ressarcimento do investimento dos acionistas que responderam à primeira emissão acionista, restituição da Benfica-Sad, na quase totalidade, ao clube, blindagem da Benfica-Sad a intromissões indesejadas e viabilização de parceria futura, causas apontadas para a OPA em curso, merecem-me os seguintes comentários:

Fica bem ao Benfica esta atenção para com os que acudiram à subscrição de ações e permitiram a viabilização da constituição da Sad.

Aos “sortudos”, investidores de percurso, que beneficiarão desta generosidade resta dar os parabéns, considerando a eventualidade o caráter acidental da respetiva aquisição.

Certo é não haver razões para afastar completamente a ideia de a atual OPA estar prevista desde então, o que seria gravíssimo.

 A detenção do controlo total da Sad pelo clube sucede à recuperação, por este, da posse do Estádio e da BTV, visando dissipar receios de apropriação funcional externa daquela.

Fica a dúvida quanto ao processo de tomada de decisão, no clube, das questões estratégicas relativas à Sad; li por aí que, com 95 % do capital acionista, deixa de haver obrigatoriedade de discussão em Assembleia Geral de sócios das matérias estratégicas relativas à Sad, o que, a verificar-se, suscita fundadas preocupações.

De todo o modo, não me parece razoável que um eventual candidato à Presidência se dispusesse a um investimento da ordem dos 30 milhões de euros para assumir uma posição minoritária na Sad.

Bastar-lhe-ia anunciar uma estratégia agressiva em termos de competitividade externa, um ajustamento na política de formação e o recrutamento de um ou dois jogadores de topo para a equipa principal.

Uma eventual parceria futura poderá proporcionar um salto qualitativo significativo desde que se acerte com ela, alguém que traga algo positivo; capital, conhecimento e uma boa rede de contactos. É uma boa ideia.

A verdade é que o atual quadro acionista não acrescenta qualquer valor à Sad; nenhum dos atuais acionistas, à exceção de Filipe Vieira, tem competências em matéria de gestão de entidade desportiva, com a agravante de um deles ser inimigo do Benfica - uma das várias vicissitudes das Sad.

 Por outro lado, se esta operação servir, nem que seja só para afastar a Olivedesportos, dou por bem empregues os 32 milhões!

Como foi possível ter-se mantido o inimigo entre portas, durante 18 anos?

Com o pretexto do alegado dever de gratidão, permitiu-se que um dos principais rivais, a Porto-Sad, se mantivesse permanentemente ao corrente de todas as decisões, estratégicas e operacionais da Benfica-Sad!

Como foi tal possível?

Em simultâneo proporcionou-se à mesma entidade lucrativo negócio com a entrega a pataco dos direitos desportivos que lhe permitiram financiar rivais e adversários!

Finalmente o momento escolhido para lançar esta OPA não foi o melhor; contribuiu para mais um insucesso da participação da equipa de futebol na Liga dos Campeões, quando, como se verificou, era possível ter passado à fase seguinte.

E isso, não só comporta perdas financeiras imediatas avultadas como desmoraliza as hostes induzindo eventuais perdas futuras, desportivas e financeiras.

É o chamado custo de oportunidade. Só o futuro dirá se foi corretamente avaliado.

 Mais avisado teria sido reforçar cirurgicamente a equipa apostando num percurso mais longo na Liga dos Campeões e depois então avançar com a OPA.

Peniche, 29 de Novembro de 2019
António Barreto
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

0 comentários



Mensagens populares

Limpinho, limpinho...

Barcelona sem Messi e na falência, foi esta noite uma pera doce para o Benfica que fez tudo para merecer esta gorda vitória e um passo gigante para a passagem na Champions, o que vem a dar mais uns milhares para os depauperados cofres do clube !!!

Este é o Benfica atual

O mal do Benfica é geral, é uma doença que atravessa todo o clube.  Reparemos: apesar de um orçamento global muito avultado para o país que somos, temos a seguinte situação:  - futebol masculino: perdemos vergonhosamente o campeonato e a Taça de 2020; estamos em terceiro lugar, a 4 pontos do primeiro, com duas derrotas vergonhosas nos dois últimos jogos; da Europa, nem vale falar; 

Exmo. Sr. Luís Filipe Vieira

Seguindo-lhe os passos vou enviar-lhe esta carta, não para me queixar de arbitragens, de falta de penaltis, de escassez de golos, de Covid, de escorregões e de outras desculpas esfarrapadas e escarrapachadas  ao estilo rasca de uma qualquer banda desenhada de vão de escada, num dos valores que em tempos a sua leitura elevava o Benfica e orgulhava os benfiquistas – o jornal “O Benfica”.  

Saia mais uma dose de batatas para o Celestino Mouco...

Esta prosa é apenas para um ex-amigo que tive a desdita de conhecer na minha terra natal, ( há horas do diabo...)  fanático do Vieira e do oxigenado que normalmente anda sempre a cheirar-me o rabo.  A cada traque mal cheiroso que dou, toma-o como se Chanel nr. 5 se tratasse.  Caro Celestino Mouco; há dias entraste no meu quintal e zurravas para que eu falasse das 3 batatas que o clube do jorge jesus deu ao Belenenses mas, esta noite, o teu vieira enfardou mais um saco de batatas  em Alvalixo.  O que te  valeu dares 3 batatas ao Belenenses? Bastava 1 batata e guardava 2 batatas para esta noite!  Estamos agora a 9 sacos de batatas atrás do Sportém.  É muita batata, mas espera que por este andar, o batatal do teu vieira vai bater este ano o record da safra de batatas!!! Também estamos a 5 sacos de batatas de distância do Porto, quer dizer que o batatal do teu ídolo está batatando!!! Para chegar ao TITALO, é necessário recuperar 14 toneladas de batatas!  É muita batata para a pequena camio

Síndrome de Estocolmo

Os sócios do Benfica sofrem do Síndrome de Estocolmo, por isso lfv pode fazer ao Benfica o que fez ao Alverca ( Acabou com o clube) que a maioria Benfiquista continuaria apoiar e a defender vieira com toda a garra.  Brevemente seremos um Salgueiros, um Estrela da Amadora, um Alverca.