Avançar para o conteúdo principal

Haja alguma luz...

Sjwaria Law 27 Junho, 2019 06:19
(retirado do blogue NGB)

Acho que todos estamos confusos com esta proposta e o Benfica deveria esclarecer o quanto antes possível.
Se o Atlético quer pagar a prestações, então o Atlético contrai um empréstimo de 120 milhões, paga a clausula e depois vai pagando ao banco, fácil...

Mas parece que eles querem pagar ao Benfica 126 milhões em prestações e o Benfica que faça o empréstimo ao banco para receber os 120 milhões a pronto, e o Atlético indirectamente vai pagando ao banco via Benfica... um processo mais complicado...

Quanto ao mecanismo de solidariedade, tanto quanto sei o clube que vende tem que retirar do valor da venda a percentagem, o clube comprador nada tem a haver com isso,(1) o Benfica recebe 120 milhões, mas fica com 118,8 milhões e dá 1,2 milhões ao FCP.

Quanto às comissões, sempre pensei que quem compra paga comissões, quem vende não paga nada.

Mas como não existe regras nem nada e é um faroeste o futebol mundial, tudo é possível.

Porque pagaria o Benfica uma comissão a um empresário por vender um jogador que o clube não quer vender, não faz sentido.
Mas entenderia que, se o clube coloca o jogador no mercado e pede ao empresário para conseguir um negócio, que se pague uma comissão.

Outra situação é a que se tem debatido, que quando o Benfica renovou com João Félix que tenha cedido uma percentagem da transferência futura ao empresário/jogador, algo que penso que não seria de todo inédito.

Espero que tudo isto seja esclarecido pelo Benfica quando o negócio terminar, em vez de pairar sempre uma nuvem à volta de todos os negócios do futebol.

Nota;
(1) Há quem opine que seja o clube comprador a pagar.


Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

5 comentários

  1. Sem embargo de esclarecimentos que possam vir a acontecer por parte do Benfica, penso que a operação se caracteriza como uma operação de factoring, tão simples quanto isso. Neste tipo de operação (milhares são efectuadas por empresas fornecedoras através dos seus Bancos, com linhas de crédito especificas), o fornecedor da "mercadoria", neste caso o Benfica, emite uma ou mais facturas no valor total de 120M€ que são endossadas a uma entidade financeira. Esta entidade coloca de imediato o valor na conta do SLB, ficando com o ónus de apresentar, nas datas estipuladas, as ditas facturas a pagamento. Obviamente que este tipo de operação acarreta taxas, juros e outras comissões, daí os tais 6 milhões da diferença. Resumidamente, com o factoring, o Benfica saca de uma só vez os 120 milhões limpos, o Atlético pagará às prestações ao Banco mediante apresentações das facturas, e ainda vai pagar juros e comissões, que normalmente são pagos pelos vendedores/fornecedores, mas que neste caso, será unicamente o comprador a suportar. Quanto à indemnização ao FCP, será também o Atlético a pagar não estando a verba integrada do montante dos 126M€.

    ResponderEliminar
  2. Opina? Pensei? Realmente o que dizes sobre as regras e o seu desconhecimento generalizado leva a este tipo de especulações.
    É por estas e por outras que em 2022 vamos ter mundial de futebol para camelos.

    ResponderEliminar
  3. Amigo Viriato, quem vai pedir o empréstimo é o AM... quem pada 1,2 me aos tinhosos é quem inscreve o jogador, neste caso o AM.
    1 abraçon

    ResponderEliminar
  4. A operação deve ser um Confirming por parte dos espanhóis . O credor pode antecipar a totalidade da facturas (vamos supor 3), e neste caso o devedor pode assumir os custos do adiantamento... como parece ser o caso.
    Vastagens? O credor não aumenta passivo e recebe o valor líquido, o devedor paga ao banco na data de vencimento das facturas, ou seja em três prestações

    ResponderEliminar
  5. Fico fascinado com a falta de cultura financeira que vejo tão espalhada. Quem paga comissões é quem compra? A sério?? Quando vai comprar um carro a um stand de automóveis, depois de acertar o preço o vendedor vira-se para si e pede a sua comissão a acrescer ao valor de venda?
    Ou quando compra uma casa, depois de acertar o preço, tem de pagar mais a comissão ao vendedor?
    E que tal evitar que o ódio tolde completamente a razão?

    ResponderEliminar

Enviar um comentário



Mensagens populares

Este é o Benfica atual

O mal do Benfica é geral, é uma doença que atravessa todo o clube.  Reparemos: apesar de um orçamento global muito avultado para o país que somos, temos a seguinte situação:  - futebol masculino: perdemos vergonhosamente o campeonato e a Taça de 2020; estamos em terceiro lugar, a 4 pontos do primeiro, com duas derrotas vergonhosas nos dois últimos jogos; da Europa, nem vale falar; 

Exmo. Sr. Luís Filipe Vieira

Seguindo-lhe os passos vou enviar-lhe esta carta, não para me queixar de arbitragens, de falta de penaltis, de escassez de golos, de Covid, de escorregões e de outras desculpas esfarrapadas e escarrapachadas  ao estilo rasca de uma qualquer banda desenhada de vão de escada, num dos valores que em tempos a sua leitura elevava o Benfica e orgulhava os benfiquistas – o jornal “O Benfica”.  

Saia mais uma dose de batatas para o Celestino Mouco...

Esta prosa é apenas para um ex-amigo que tive a desdita de conhecer na minha terra natal, ( há horas do diabo...)  fanático do Vieira e do oxigenado que normalmente anda sempre a cheirar-me o rabo.  A cada traque mal cheiroso que dou, toma-o como se Chanel nr. 5 se tratasse.  Caro Celestino Mouco; há dias entraste no meu quintal e zurravas para que eu falasse das 3 batatas que o clube do jorge jesus deu ao Belenenses mas, esta noite, o teu vieira enfardou mais um saco de batatas  em Alvalixo.  O que te  valeu dares 3 batatas ao Belenenses? Bastava 1 batata e guardava 2 batatas para esta noite!  Estamos agora a 9 sacos de batatas atrás do Sportém.  É muita batata, mas espera que por este andar, o batatal do teu vieira vai bater este ano o record da safra de batatas!!! Também estamos a 5 sacos de batatas de distância do Porto, quer dizer que o batatal do teu ídolo está batatando!!! Para chegar ao TITALO, é necessário recuperar 14 toneladas de batatas!  É muita batata para a pequena camio

Síndrome de Estocolmo

Os sócios do Benfica sofrem do Síndrome de Estocolmo, por isso lfv pode fazer ao Benfica o que fez ao Alverca ( Acabou com o clube) que a maioria Benfiquista continuaria apoiar e a defender vieira com toda a garra.  Brevemente seremos um Salgueiros, um Estrela da Amadora, um Alverca.

Cliente do Vieira? Não! Obrigado.

Porque recebi uma "intimação" para pagar as cotas, (apesar de já lhes ter devolvido o cartão) enviei à "empresa" do Vieira o seguinte email; Exmos Senhores,  Creio que já receberam no mês passado a devolução do meu cartão de sócio. A razão é esta; O Benfica tal como está, não passa de um clube do Vieira.. Portanto, não pretendo continuar nesse clube que conheci GLORIOSO outrora. 

Vieira saiu mas está vivo dentro do SLB. Só mudou o nome de Vieira para Rui Costa

Só um anjinho manipulado e bem embalado pela propaganda estipulada por Carlos Janela e colocada em prática por Pedro Guerras , Marinhos etc etc acreditava que Rui Costa ia terminar com a ditadura mascarada de democracia implementada por Vieira, Rui Costa e restantes membros da direção. 

Tirá-lo de lá é essencial, metam lá um qualquer que seja BENFIQUISTA

Um presidente corrupto, que não tem liderança, nem tal é possível, sabendo publicamente da sua incapacidade para gestão do seu património pessoal que neste momento se resume a um palheiro, única garantia para dívidas pessoais de milhões, a única garantia que tem é se manter no GLORIOSO,

NÃO HÁ FÓRMULAS DE ACABAR COM ISTO?

Existem duas “fórmulas químicas” que atormentam de momento o futuro imediato de Rui Costa: LFV e PSV. Até que ponto se demarcará de uma e lograr ultrapassar a outra, é a chave e o segredo para a descoberta da “combinação química perfeita” para o sucesso. 

AS 45 RAZÕES DE UMA LASCÍVIA IRRACIONALIDADE!

O jornal “O Benfica”, transformado hoje como o órgão oficial do regime vieirista, agora com mais tempo disponível para se dedicar a escrever lérias da treta e minudências disparatadas, possivelmente para compensar a escassez de vitórias e o jejum de títulos e troféus, que vão sendo cada vez mais raros de acontecer e de se darem à estampa como notícia principal, quer no futebol bem como nas