Avançar para o conteúdo principal

Comentário de 5 estrelas

JOSE VIEIRA 11 Setembro, 2018

A dimensão europeia do Benfica, ou a falta dela, foi uma das razões (entre várias outras) da minha desilusão com a política seguida por LFV.

Tendo perdido o Estádio e património adjacente para a SAD (que é dominada pelo Benfica, mas não é 100% dele, nem de perto nem de longe), criado um dos maiores passivos de clubes de futebol do Mundo e com necessidade de alimentar a máquina parasitária de agentes que gravita em torno dele, LFV foi-se despojando do talento ano após ano, incluindo os jovens da nossa formação, que aguentou, em média, e com poucas excepções, 6 meses a um ano.

Enquanto isso, foi renovando com os jogadores veteranos, com contratos no limiar superior do tecto salarial admitido e rendimento desportivo a diminuir ano para ano (Luisão, Jonas, etc.).

Resultado: a desvalorização acentuada do valor europeu do Benfica nos últimos 4 a 5 anos (embora seja uma tendência muito mais antiga e não toda devida a LFV) e o enfraquecimento competitivo tanto na Europa como em Portugal.

Noticia-se hoje que o Benfica fez, desde 2010, 618 milhões em vendas de jogadores.
Quem diria?... O que se fez com esse dinheiro (não se diminuiu o passivo nem se reforçou a equipa com reforços indiscutíveis)? Um ciclo de permanência de 2 anos é muito pouco para inverter esta tendência. O ciclo tem de ter a duração mínima de 4 a 5 anos.

Pôr os jovens com talento comprovado no tecto salarial e não no limiar dos salários mais baixos do plantel é a primeira orientação política. Para que aceitem ficar de bom grado durante esse tempo. A segunda desfazer-se dos elementos mais velhos e mais caros com pouco rendimento desportivo (esta renovação com o Jonas é, a meu ver, de bradar aos céus) e que mais oneram o orçamento da SAD.

Este ano não houve vendas, por razões que não têm a ver com a mudança de orientação estratégica (mas com a sobrevivência de LFV na presidência do Benfica) e vê-se logo um ar de melhoria.

O que não seria com a manutenção dos nossos jovens pelo tempo indicado, com dois ou três reforços a sério (não as dezenas em que LFV torra o dinheiro do Benfica, distribuindo o dinheiro das comissões pelos agentes amigos, e que nunca vestirão a nossa camisola)?

Não me iludo com a dita aposta na formação propalada por LFV e a sua máquina de propaganda. A "fábrica" está lá para dar dinheiro a ganhar a terceiros, na lógica de entreposto comercial em que o Benfica foi transformado, não para engrandecer a qualidade futebolística do plantel principal do Clube.

Se perdermos o comboio da primeira divisão europeia, dificilmente voltaremos a alimentar o sonho europeu que nos distinguiu por tantas décadas.
(retirado do blogue NGB)
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

3 comentários

  1. Um comentário completamente alheado da realidade, cheio de demagogia e sem qualquer noção do que é o Benfica atual em termos de infraestruturas é considerado um comentário 5 estrelas? Para quem faz do seu dia-a-dia a crítica fácil ao Benfica e aos seus órgãos sociais eleitos democraticamente, talvez seja...

    Ó Viriato, vem cá ver isto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. José Soares (?)
      A crítica é livre. No Nosso Sagrado clube a democracia é mais antiga que a República!

      Crítica fácil ao Benfica e aos seus órgãos democraticamente eleitos. Relembro ao José Soares (ou a quem se faz passar por este nome) que HITLER também foi eleito de forma democrática...

      Eliminar
    2. E em Maio último, o brunalgas foi confirmado presidente do çeportém, com 90% dos sapoides em delírio...e no entanto...

      Eliminar

Enviar um comentário

Apoio de:


Aleatórios

Mensagens populares

As escutas do Apito Dourado foram totalmente legais

    Apito Dourado, a grande mentira das escutas   "Passaram esta quinta-feira 18 anos de um dos maiores escândalos da justiça e mais uns quantos da perpetuação de uma das maiores mentiras que alimenta o mundo do futebol."

A Máfia, a Maçonaria e o Apito Dourado

Costuma dizer-se que "a verdade é como o azeite, mais tarde ou mais cedo vem à superfície". Apareceu agora o testemunho do ex-juiz José Costa Pimenta, um antigo juiz reformado compulsivamente. A Maçonaria manda na justiça em Portugal. pulpuscorruptus.blogspot.com Mas a lei das escutas foi alterada, posteriormente em 2007 (governo Sócrates).

Carta à Cofina

Exmos. Senhores. Começo por vos dizer que sou um Benfiquista e sócio de 4 dígitos. A minha simpatia por tudo quanto é Cofina é nula...como nula é a vossa simpatia pelo meu Glorioso. Neste interim, estamos empatados. Quando estão disponíveis nos cafés, leio por alto as capas do CM, e no Record apenas aquelas duas páginas que dedicam ao Benfica. (normalmente são já notícias requentadas). O Record é mais pró-Sporting. Todos nós sabemos e isso até é o que menos me importa. Cada Jornal segue a linha que quiser. Só compra quem quer! Em casa, passo algumas vezes pela CMTV, mas como as notícias do "assassino" do "pedófilo" da "greve" do "homicida" dos "incêndios" etc etc.. se repetem, repetem, repetem até à exaustão, perco-lhes o interesse e mudo de canal. Mas é outro o assunto que me levou a escrever-vos. Os programas de desporto que vocês exibem todas as noites, onde a barulheira é tal que não se percebe nada do que dizem, a CMTV não