Avançar para o conteúdo principal

RTP: Uma AFRONTA aos Contribuintes!


Octávio Ribeiro aborrecido por RTP transmitir futebol na RTP Informação


Este verão são já perto de uma dezena os jogos de futebol de manifesto interesse do público que a RTP decide transmitir no seu canal reservado aos que podem pagar TV por cabo. O Estado poder marcar presença com uma estação de televisão na competição do cabo é, já de si, muito discutível. 

Reservar aos que dispõem de meios financeiros para a oferta de cabo jogos de elevado interesse - o último caso foi um Benfica-Belenenses, no passado domingo -, é uma afronta aos que pagam, até na fatura da eletricidade, para que o serviço público de televisão possa existir.

Uma declaração de interesses: sou responsável pela CM TV e, por isso, diretamente prejudicado, na competição pelas audiências, que se deseja frutuosa para os consumidores, sempre que o canal público, no cabo, saca de armas como o futebol em direto, ou outro desporto com elevado índice de consumo. 

Mas a opinião que publico sobre este tema há quase duas décadas sempre foi no mesmo sentido. Sempre defendi que o desporto em geral e o futebol em particular são um bem que gera elevado interesse no público. 

A seu tempo, bati-me contra a canalização do futebol para ofertas de cabo. Talvez por conhecer o país real, sempre defendi que o desporto devia fazer parte integrante da oferta de um canal de acesso universal pago por verbas públicas. E sempre sublinhei a relevância do futebol português como arma diplomática, veículo de afetos entre este pequeno país europeu e as populações dos estados africanos a que deu origem. Elo entre Portugal e os que entrega à diáspora.

Mas as vistas nunca foram tão curtas. Agora já nem os mais pobres em Portugal têm direito a ver todo o futebol transmitido na televisão pública que o seu parco dinheiro ajuda a pagar.

E não venha o ministro Poiares Maduro dizer que se trata de uma mera decisão de programação. Como? Não se importa de repetir, após refletir um pouco?

- Octávio Ribeiro, jornal Record, 23 de Julho de 2013 - DAQUI

Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

1 comentários

  1. Se o Benfica, Belem, foi transmitido no cabo ainda bem...é que assim nem todos viram aquilo!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Apoio de:


Aleatórios

Mensagens populares

As escutas do Apito Dourado foram totalmente legais

    Apito Dourado, a grande mentira das escutas   "Passaram esta quinta-feira 18 anos de um dos maiores escândalos da justiça e mais uns quantos da perpetuação de uma das maiores mentiras que alimenta o mundo do futebol."

A Máfia, a Maçonaria e o Apito Dourado

Costuma dizer-se que "a verdade é como o azeite, mais tarde ou mais cedo vem à superfície". Apareceu agora o testemunho do ex-juiz José Costa Pimenta, um antigo juiz reformado compulsivamente. A Maçonaria manda na justiça em Portugal. pulpuscorruptus.blogspot.com Mas a lei das escutas foi alterada, posteriormente em 2007 (governo Sócrates).

Carta à Cofina

Exmos. Senhores. Começo por vos dizer que sou um Benfiquista e sócio de 4 dígitos. A minha simpatia por tudo quanto é Cofina é nula...como nula é a vossa simpatia pelo meu Glorioso. Neste interim, estamos empatados. Quando estão disponíveis nos cafés, leio por alto as capas do CM, e no Record apenas aquelas duas páginas que dedicam ao Benfica. (normalmente são já notícias requentadas). O Record é mais pró-Sporting. Todos nós sabemos e isso até é o que menos me importa. Cada Jornal segue a linha que quiser. Só compra quem quer! Em casa, passo algumas vezes pela CMTV, mas como as notícias do "assassino" do "pedófilo" da "greve" do "homicida" dos "incêndios" etc etc.. se repetem, repetem, repetem até à exaustão, perco-lhes o interesse e mudo de canal. Mas é outro o assunto que me levou a escrever-vos. Os programas de desporto que vocês exibem todas as noites, onde a barulheira é tal que não se percebe nada do que dizem, a CMTV não