Avançar para o conteúdo principal

Este chumbo pode ser uma rasteira...

Meus caros,
Convém manter a guarda e não entrar em euforismos, porque a procissão ainda não saiu do adro.

Havia uns "boatos" que a estrutura até não se importava de ver chumbado este orçamento para  "CREDIBILIZAR o voto electrónico" e que o mesmo não seja posto em causa nas eleições de Outubro.

Para a estrutura tanto se lhe dá como se lhe deu ser este orçamento chumbado, até  porque há uns anos houve outro chumbado e foi igual ao litro.

Vejam que o chumbo ganhou por apenas 0,49%, apesar do não contar com mais 172 Benfiquistas, o que dá a ideia de estar controlado para além de aceite.

Nas eleições de Outubro temos que estar com os olhos bem abertos, se não queremos passar por lorpas.
Salvo melhor opinião, eis alguns cuidados a ter;

1 - Cartão de sócio a conferir com o cartão de cidadão
2 - A máquina electrónica dá um talão
3 - Esse talão é guardado numa urna selada ou lacrada.
4 - No fim, contam-se os talões e os votos, que serão os mesmos da urna electrónica. Elementar!!!
5 - Se não der a bota com a perdigota, alto e pára o baile que houve marosca!!!
6 - Os delegados da lista que se opõe a Vieira têm que ter os olhos bem abertos, para não haver duplicações.
7 - E mesmo assim, o "electrónico" pode vir já com alguns votos, ou vírus, lá metidos.
8 - É necessário estar de olho no "informático" em Lisboa...
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

1 comentários

  1. Esta situação lembra-me uma passada numa mesa eleitoral para uma câmara, vai para 20 anos!
    A lista à qual eu pertencia tinha uma delegada numa mesa, supostamente para estar com atenção ao que se passava.
    A eleição iria ser muito renhida e havia que ter cuidados.
    Mas, na euforia de passar os resultados da contagem, a dita delegada foi à "casa de banho"
    para fazer uma chamada.
    De repente, 12 votos foram inutilizados com dupla cruz!
    Perdemos por 22!
    Viva a democracia!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário