Avançar para o conteúdo principal

Último mandato?

Do discurso de apresentação da candidatura do Sr. Vieira, retive alguns pontos: 

-Último mandato 
-Sucesso desportivo na última década 
-Aposta na componente desportiva 
-Abertura às candidaturas oponentes 
-Reafirmação na aposta no Seixal 
-Sistema de votação "Conselho Estratégico" 

De resto no discurso e na atitude do actual Sr. presidente já nada me espanta. 

Até as lágrimas do final. 

Nada. 

E pouca coisa pode ser ouvido sem que uma contradição possa ser encontrada. 

Vamos por partes; 

Último mandato? 

Declaração salutar mas que talvez exija que se apresentasse as razões. E já agora espero que o programa eleitoral detalhado (vai haver, não?) nos esclareça quanto ao propósito ou não de repetir a OPA. 

A última década foi a segunda com maior sucesso desportivo na história do Clube? 

Reforço do prestígio internacional? Uma falácia completa. 

Que contas são essas? Que realidade estamos a falar? Aposta futura na componente desportiva? A Direcção deixará de privilegiar as mais-valias financeiras e de celebrar vendas? 

Começa quando? É que ainda agora se vendeu o melhor defesa e o melhor avançado do plantel? 

Conselho fiscal com representantes das listas adversárias? Impressiona pouco quando se sabe que saída de elementos dos Orgãos Sociais é coisa trivial e que é pouco explicada e pouco incómoda o Sr. presidente. 

E depois a avaliação sobre mérito ou demérito das listas oponentes? Então as boas ideias alheias são só aquelas ideias que o Sr. presidente já concretizou? O resto são más ideias. 

E é com esta apreciação prévia dos adversários que se oferecem lugares a membros da oposição? 

E depois não há disponibilidade para debates com candidatos oponentes? Não? Que respeito é esse relativamente à tradição democrática do Clube? 

Seixal? A aposta é para continuar? 

Como vai compatibilizar essa valorização com um treinador que nunca apostará em jogadores do Seixal?  

Sistema de votação? 
Assembleias de voto em todas as capitais de distrito? 
A ideia é virtuosa mas interessa ver como se concretiza a ideia. 

Terão de ter um representante da cada lista oponente e ter sistema de votação (electrónico e papel) idêntico ao de Lisboa. 

Conselho Estratégico? Então agora o Benfica vai passar a ter uma espécie de Grupo Stromp? 

Absurdo num Clube democrático e que nunca teve essas tradições de elitismo. Espera-se melhor esclarecimento. 

O Clube é dos sócios, sim Sr. presidente. E há que ser consequente. 
Debata. 
Esclareça. 
Respeite a História democrática do Sport Lisboa e Benfica.

Victor Carocha
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post


Aleatórios

Facebook


Apoio de: apoio master groove