Avançar para o conteúdo principal

BENFICA-PLAY(BOY) PARA TODOS?

Dar a conhecer um novo produto que o Benfica tenha ao dispor dos seus sócios e adeptos é perfeitamente normal e aceitável do ponto de vista da publicitação e da adesão que possam suscitar, o que já não se compreende nem se tolera é que essa campanha se faça à conta da intermediação de ofertas gratuitas feitas aos representantes dos nossos rivais e viscerais inimigos comentadores e moderadores, que partilham com os avençados benfiquistas ao serviço de LFV, programas televisivos com debates sobre futebol, onde nos atacam e ofendem diária e constantemente, sem dó nem piedade, e que mesmo assim ainda mereçam esta benemérita deferência e atenção, por parte de um gabinete de marketing pífio e pindérico existente no Benfica, que teve a peregrina ideia de colocar Pedro Guerra, Vasco Mendonça, José Calado e Jaime Antunes, a distribuir os cartões como putas vendidas a proxenetas agressores, como se houvesse um acordo tácito como diz aquela letra da canção com laivos de violência doméstica “quanto mais me bates mais eu gosto de ti”, em obediência ao guião e à cartilha vieirista que ainda não aprendeu nada ou já parece ter esquecido tudo, o que eles nos fizeram no assalto e roubo de emails, espiolhados e esmiuçados até ao tutano, nestes chafurdados programas desportivos que só servem para lavar roupa suja.

LFV tanso e ingénuo como é, não passa de uma versão 2 dessa triste e inócua figura de má memória que foi Manuel Damásio, e tal como era nesse tempo hoje continua a ser, onde o Benfica, por culpa de uma direcção macia e subserviente demais, continua a permitir e a consentir estes abusos e atropelos de poder e influência, virados a norte, que estão a contaminar e a corromper o futebol como nos tempos sem vergonha do apito dourado, que parece estar de regresso e em força.

Quando vemos na FPF os dois mais importantes lugares serem ocupados por dois sócios do clube dos mafiosos, LFV não fica preocupado, antes pelo contrário, vai logo a correr, com o medo de perder o lugar, dar apoio à recandidatura de Fernando Gomes e companhia.

Quando vemos na presidência da Liga de Clubes um ex-árbitro que sempre prejudicou o Benfica ao longo da sua carreira, LFV não fica chateado, antes pelo contrário, caso o “brilhantinas” decida voltar-se a candidatar, terá o seu apoio incondicional, para que conste.

Quando vemos os árbitros do Porto arbitrarem a maioria dos jogos do Benfica e dos mafiosos (vide o caso do Porto-Varzim onde esteve Rui Costa, e no Benfica-Rio Ave, onde esteve Soares Dias, só faltou mesmo o Jorge Sousa, que estará no dérbi de sexta-feira ou então será o amigo de Peniche, só mesmo para disfarçar) e está tudo dito, LFV não fica aborrecido, antes pelo contrário, continua a apoiar a direcção de Fontelas Gomes, onde constam nomes como João Ferreira, Bertino Miranda, Paulo Costa (o irmão do outro), Jorge Nunes e Lucílio Baptista, tudo bons rapazes mas de quem guardamos más memórias.

Quem não se lembra de Carlos Calheiros? Soares Dias é um digno sucessor.

Quem não se lembra de Martins dos Santos? Jorge Sousa é um digno sucessor.

Quem não se lembra de António Garrido? Carlos Xistra é conhecido pelo Garrido da Beira Baixa.

Quem não se lembra do Donato Ramos, do José Pratas, do Francisco Silva, do Paulo Paraty, do Olegário Benquerença e de alguns que ainda debitam opinião como o Fortunato Azevedo, o José Leirós, o aziago Jorge Coroado, ou bananeiro Marco Ferreira? Querem cópias parecidas? Então tomem lá o Fábio Veríssimo, o Tiago Martins (o das moedas), o Rui Oliveira, o Hugo Miguel (da macron), o Manuel Mota, o Manuel Oliveira.

Eles são tantos que até se confundem. E esta promiscuidade continua até ao VAR.

LFV é hoje uma espécie de galinha assustada que está a ser guardada por raposas esfomeadas.

A água já tem o tempero ideal e só já falta levantar fervura. A vitória do campeonato para os mafiosos vai ser uma canja! Eu estou a avisar…

Amo-te, Benfica!
 José Reis
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post


Aleatórios

Facebook


Apoio de: apoio master groove