Mini-entrevista com João Capela - Em Defesa do Glorioso
Avançar para o conteúdo principal

Mini-entrevista com João Capela



A cena passou-se este começo de tarde e o cenário foi a esplanada/refeitório do ALEGRO, onde costumo ir quase todos os dias.
Já ali encontrei um sem números de pessoas ilustres quer sejam das artes, jornalistas, cinema, teatro,  TVs, desporto e outros. Ainda há dias falei ( e fiz post disso) com o Júlio César o nosso ex-guarda-redes.

A duas mesas onde me encontrava  vejo o nosso apitador João Capela que estava  - como eu - a acabar de almoçar, juntamente com duas adoráveis meninas ainda de colo (suas filhas vim a saber). dirigi-me a ele com o melhor dos meus sorrisos e pedi-lhe licença de o  interpelar.

- Diga, diga - responde-me muito educadamente e de forma muito simpática.

Sr. João Capela, as arbitragens andam muito...mas mesmo muito mal, disse-lhe.

 - olhe que não, olhe que não, depende da cor da camisola dos adeptos

Sabe o que lhe digo? É que os árbitros ainda padecem do caso apito dourado. O P.Costa tem-vos presos...ia a dizer pelos tomates, mas aquelas meninas de colo, refrearam os meus "maus fígados"

 - Isso é coisa do passado, acredite que fazemos sempre o nosso melhor, sem olhar à cor das camisolas. Se erramos é para os dois lados e não é porque queremos. Nós lá anda dentro temos de ajuizar numa fracção de segundo...

Mas quando ajuizam a favor do porto vocês não têm dúvidas, se for a beneficiar o Benfica...é que surgem as dúvidas e na duvida não marcam...ou marcam se for a desfavor do Benfica.

 -  é a cor da sua camisola que está a falar...

Ok, realmente sou fanático do Benfica, mas diga-me cá, o golo do Sporting no sábado, foi legal?

- realmente, tenho de admitir que foi precedido de fora de jogo...mas foi tudo muito rápido, o fiscal de linha não viu...

Pois é, os fiscais de linha ficam com a visão distorcida quando é para prejudicar o Benfica...e o penalty sobre o Cardozo que foi agarrado, manietado e abraçado?

 - Não vi o lance. Não vejo repetições. Mas se o árbitro visse, claro que  marcaria...

E o golo do Jackson que empurrou o defesa e marcou o golo da vitória, foi legal?

 - por norma nunca vejo repetições, mas se o árbitro visse, tenho a certeza que marcaria falta.

Ok Sr. João Capela estou elucidado, mas continuo a dizer-lhe que os árbitros estão como o costume. Uma maozinha no clube do Pinto da Costa e vista grossa desfocada nas jogadas do Benfica, quando é a favor do Benfica.
-----------------
...quando estava a fazer as compras passado um bom bocado da "entrevista" pus-me a matutar. Então este Capela diz que não vê repetições nos casos do Jackson e do Cardozo, mas diz-me que o golo do Ceportém foi precedido de fora de jogo? Onde é que ele viu isso, senão numa repetição???

Moral da história,
Eles vêm todas as jogadas e repetições até à exaustão...para melhor nos cravarem os ferros da ignomínia.
E pronto, esta foi a entrevista possível. Mas louve-se a sua simpatia e aquelas duas meninas que são realmente um encanto.
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

Comentários Blogger

  1. Só não concordo com a conclusão. Não é preciso repetição para ver o fora-de-jogo. Eu, pelo menos, vi logo que havia....não é propriamente um lance complicado, nem para o espectador nem para o fiscal de linha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente,
      Qualquer um que estivesse a ver o jogo viu...

      Até dá a impressão que todos os fiscais de linha quando apitam um jogo do Benfica, tocam as lentes de contacto com as que o Padre das Antas lhes ofereceu...na missa!!!

      Eliminar
  2. Pois é Viriato.É tudo uma questão de riscas!Sugiro q o Nosso próimo equipamento também seja riscado do tipo ceportem,só q a vermelho.pode ser q não se encandeiem tanto!!!
    Como já por aqui disse,conheci e conheço vários,desde os regionais e até 2 ex internacionais,e quando confrontados têm sempre "aquela"alínea a mais para citar.Fazem-me lembrar os distribuidores de panfletos de certas religiões.

    ResponderEliminar
  3. Parabéns Viriato.. mais uma achega ao que são os árbitros em Portugal... ele podia explicar-te porque razão viu o Cardozo bater na relva com a mão e decidiu expulsá-lo, mas quando o André Martins deu uma cotovelada em Enzo Peres já não viu e deixou seguir , passando a adoptar um critério largo na disciplina...

    É que essa história de "se o árbitro tivesse visto" explica então os erros todos.. eles nunca vêm as faltas do FCP, mas vêm do Benfica mesmo faltas que não existem.. se os quiserem questionar ainda têm o truque do "depende da cor da camisola"...

    Sim, a do FCP eles não vêm, excepto para errar a favor. A do Benfica vêm, porque é berrante, e erram mais vezes porque vêm essa cor melhor do que a dos adversários...

    No meio disto tudo, que faz o Presidente da Arbitragem? Quando um árbitro não vê, ou vê mal, só tem de o encostar umas semanas até ele aprender a ver.. certo? Mas não é isso que acontece, não é?

    Excepto ao Bruno Paixão, que arbitrou a ultima derrota do FCP...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes crer que se tivesse tempo, a entrevista seria mais longa.
      Mas o facto de aquelas duas lindas meninas estarem a requerer sempre os cuidados do Pai, não deu para mais...

      Eliminar
  4. Viriato...O Benfica tem que estudar um equipamento alternativo que o beneficie nos Fora de jogo..o que quero dizer com isso? Que considero que a cor das nossas camisolas nos prejudicam gravemente na análise de alguns fora de jogo....um laboratório cromático pode demonstrar isso na perfeição.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente, aquelas camisolas de vermelho berrante, dão muito nas vistas. Mesmo que não estejam em fora de jogo aquela nossa querida cor, cega os fiscais de linha.
      E, como eles já vêm cegos pelos Conselhos Matrimoniais, frutas e viagens....


      Eliminar

Enviar um comentário