A PRENDA DO PEDRO - Em Defesa do Glorioso
Avançar para o conteúdo principal

A PRENDA DO PEDRO

Comunicado SLB: A prenda

O Jornal de Notícias já foi um jornal sério e de referência. Já foi respeitado e conceituado. Já foi um jornal. Mas isso foi no tempo em que os seus directores eram gente de outra estirpe. Na sua edição deste sábado, publica o Jornal de Notícias um comunicado sobre mau jornalismo, foi pena que não façam mea culpa pela prática com que tem brindado os seus – cada vez menos – leitores, nos últimos anos.

Parciais e totalmente comprometidos, relatam em manchete, na sua edição deste sábado, que “Josué desembrulha a prenda”, em referência ao aniversário de um determinado clube.

Se procurarmos no dicionário a palavra prenda, encontramos: oferta, dádiva, acto ou efeito de ofertar. Exactamente o que se passou na sexta-feira num determinado estádio do País.

Na passada segunda-feira, apressaram-se – o mesmo jornal - a trazer na primeira página os erros pelos quais, e segundo eles, uma determinada equipa tinha sido prejudicada e, em consequência disso, empatado. Nesta sexta-feira, pelos vistos não houve erros, pelo menos dignos de ganharem referência na primeira página e, mesmo lá dentro, o máximo onde se atrevem a ir é a palavra “discutível” para descrever um determinado lance que, por acaso, decide esse mesmo jogo.

O problema é que o português é muito traiçoeiro. Uma prenda é uma prenda, e o homem do bolo também tem lugar na primeira do Jornal de Notícias, mesmo por cima de Josué para desembrulhar a prenda. Tudo no sítio. Uma primeira página que diz tudo.

António Mosquito – futuro novo proprietário do Grupo - vai ter muito trabalho em credibilizar o Jornal de Notícias, e já agora, o Jogo também.

MAFARRICO
Anterior
Prev Post
Seguinte
Next Post

Comentários Blogger

  1. ó mafarrico dá um jeito no texto pa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha lá ó anónimo sabes que eu só me limitei a transcrever o comunicado do SLB, não tinha nada que dar "um jeito".

      Eliminar
    2. Já está dado o jeito.

      O Mafarrico quis dar ao texto a mesma forma do penalti manhoso do Proençoso.

      Eliminar

Enviar um comentário